COVID-19

São Paulo cancela carnaval de rua, mas mantém desfiles de escolas de samba

Publicado em: 06/01/2022 14:19

São Paulo cancela carnaval de rua e mantém desfiles de escolas de samba (Foto: Rovena Rosa/Agencia Brasil)
São Paulo cancela carnaval de rua e mantém desfiles de escolas de samba (Foto: Rovena Rosa/Agencia Brasil)
O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), anunciou nesta quinta-feira (6) o cancelamento do carnaval de rua da cidade em 2022. A decisão foi tomada devido ao aumento de casos de covid-19 devido a variante ômicron e à epidemia de influenza.

Os desfiles das escolas de samba, porém, serão mantidos com a condição que a Liga aceite seguir todos os protocolos de segurança. Os desfiles devem ocorrer entre 25 e 28 de fevereiro no Sambódromo do Anhembi.

Durante a reunião, a prefeitura disse que os protocolos ainda não foram definidos. "Nossa preocupação não é apenas com os desfiles, mas também com as aglomerações nos ensaios", disse secretário municipal de Saúde, Edson Aparecido. Mas uma das recomendações será a exigência do comprovante de vacinação em qualquer evento com mais de 500 pessoas. 

Nessa quarta-feira (5), cerca de 250 blocos de rua de São Paulo já tinham anunciado que não desfilariam este ano. "Os blocos participantes dos Coletivos, em sua grande maioria, comunicam que não sairão às ruas neste Carnaval de 2022, mesmo que a festa seja autorizada", disse um documento assinado por três entidades de blocos de rua. 

A Vigilância Sanitária também já tinha cancelado que a prefeitura não realizasse a festa. 

Pelo menos 10 capitais já anunciaram o cancelamento da festa em 2022, como Rio de Janeiro, Olinda e Salvador. Nesta quinta, o governador Ibaneis Rocha (MDB) disse que Brasília também não terá carnaval de rua. 
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL

Porto Alegre sanciona lei para serviço de loteria municipal

19/08/2022 às 13h20

Rio restabelece parte dos serviços atingidos por ataque hacker

19/08/2022 às 12h12

Prorrogada presença da Força Nacional em terra indígena no RS

19/08/2022 às 09h15

Vale prevê mais 13 anos para eliminar barragens como Brumadinho

19/08/2022 às 08h12

Ex-vereador Gabriel Monteiro tem mandato cassado

18/08/2022 às 22h58

Confira os resultados da Lotofácil 2602 e da Timemania 1823 desta quinta-feira

18/08/2022 às 21h52

Anvisa discute liberação da vacina infantil para seis meses a quatro anos

18/08/2022 às 19h31

Brasil é o 5º país com mais casos da varíola do macaco

18/08/2022 às 19h24

Colisão mata sete pessoas em Piracanjuba, entre elas duas crianças

18/08/2022 às 14h40

STF decide que profissionais de saúde vítimas da Covid devem ser reparados

18/08/2022 às 14h35

Menino de 2 anos entra em máquina de pegar pelúcias no Rio

18/08/2022 às 13h20

Sorvetes Häagen-Dazs são recolhidos por suspeita de substância tóxica

18/08/2022 às 12h48

Celular explode enquanto criança assistia a vídeo no Ceará

18/08/2022 às 12h34

Quatro pessoas são presas com uma tonelada de cabos de cobre

18/08/2022 às 10h44

Fontes renováveis na matriz energética devem aumentar em 2022, diz MME

18/08/2022 às 10h02

Sérvia e Kosovo mantêm diálogo sob a égide da UE

18/08/2022 às 09h48

Serviços no Rio ainda não foram normalizados após ataque de hacker

18/08/2022 às 09h36

Termina nesta quinta-feira prazo para pedir voto em trânsito

18/08/2022 às 09h05