Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Brasil

VACINAÇÃO

Queiroga: crianças devem começar a ser vacinadas na 2ª quinzena de janeiro

Publicado em: 03/01/2022 15:10

 (Foto: Agência Brasil/Reprodução)
Foto: Agência Brasil/Reprodução
Na manhã desta segunda-feira (3), o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou que a vacinação contra a Covid-19 de crianças entre 5 e 11 anos deve começar na segunda quinzena de janeiro. A declaração contraria o presidente Jair Bolsonaro (PL), que, na contramão da ciência, critica a imunização dessa faixa etária.

No dia 27 de dezembro, em nota, a pasta havia se posicionado a favor da vacinação deste público. No entanto, escreveu que aguarda os resultados da consulta pública em andamento. Até o dia 5 de janeiro, o ministério da Saúde deve formalizar a decisão. 

A data segue o prazo estabelecido pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, para o governo federal divulgar as informações sobre a vacinação infantil. 

Vacinação de crianças
Embora já aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e amplamente recomendada pela comunidade científica, o aval da agência reguladora não é o suficiente para que os estados iniciem o plano de vacinação infantil. Uma autorização do governo federal é necessária.

Até o momento, o líder do executivo defende que crianças sejam vacinadas após prescrição médica e com consentimento dos pais ou responsáveis. O presidente, inclusive, declarou publicamente que não vacinará sua filha, Laura Bolsonaro, de 11 anos. 

Apesar de divulgar a data de início da distribuição das doses pediátricas, Queiroga, assim como Bolsonaro, defende que a escolha seja dos pais. “Os pais são livres para levar os seus filhos para receber essa vacina”, afirmou.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Objeto na Via Láctea como nada que os astrônomos já viram
Manhã na Clube: entrevistas com Dorgivânia Arraes (CRC-PE) e Fabi Soares, consultora de RH
Manhã na Clube: entrevistas com Augusto Coutinho (Solidariedade) e o psicólogo Carol Costa Júnior
Morre Olavo de Carvalho, considerado guru do bolsonarismo
Grupo Diario de Pernambuco