Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Brasil

PANDEMIA

Ministro do Turismo: retomada de cruzeiros vai depender de dados da COVID

Publicado em: 04/01/2022 18:50

 (foto: Porta Voz Comunicação/Divulgação/Arquivo EM)
foto: Porta Voz Comunicação/Divulgação/Arquivo EM
O ministro do Turismo, Gilson Machado, disse nesta terça-feira (4/1) que a retomada da operação de cruzeiros na costa brasileira vai depender do controle de casos de Covid-19 e da ocupação de leitos hospitalares no país. As atividades das empresas estão suspensas inicialmente até o dia 21 de janeiro. 

“Eu defendo que se tenha bom senso, que, abastecido de números, não apenas do Brasil, mas do mundo todo, possamos reiniciar os cruzeiros com responsabilidade ou cancelar caso haja uma explosão de casos no Brasil e no mundo, e com sobrecarga hospitalar”, disse o ministro à CNN Brasil.

Machado afirmou que as pressões sobre o atendimento hospitalar não estão relacionadas apenas à COVID, mas também aos casos de Influenza. Ele disse que uma eventual liberação das viagens de cruzeiros no país vai depender também de uma decisão do Ministério da Saúde.

Segundo o ministro, os ministérios do Turismo e da Saúde se preocupam em “acompanhar os dados epidemiológicos, se está tendo pressão nos hospitais”. Além disso, afirma que os dados da pandemia “estão à mesa para análise, principalmente do Ministério da Saúde.”

Reavaliando a portaria e carnaval

Em outubro de 2021, o Ministério do Turismo assinou a portaria que permitia o retorno da atividade de cruzeiros no país, em conjunto com as pastas de Saúde, Justiça, Infraestrutura e Casa Civil.


“Estamos reavaliando a portaria, quando ela foi editada não existia a Ômicron. E hoje já é sabido que a maior parte dessas pessoas podem estar com a doença, mas muitos são assintomáticos”, afirmou o ministro nessa segunda-feira (3/1).

A Associação Brasileira de Navios de Cruzeiros (CLIA) decidiu suspender as operações depois de surtos de Covid-19 em navios na costa brasileira. A suspensão será mantida pelo menos até o dia 21 de janeiro.

A Anvisa havia recomendado a suspensão da temporada de cruzeiros no país depois que em 55 dias (até 25 de dezembro) foram notificados 31 casos de contaminação pelo coronavírus. Nove dias depois, o número de casos havia subido mais de 25 vezes, de acordo com a Anvisa. 

Sobre o carnaval, o ministro disse que ainda não há decisão. Porém, ele torce para que a festa aconteça, já que é considerada fundamental para o reaquecimento do turismo no país. “A gente está sim tendo uma retomada, vamos criar quase 500 mil empregos até final de fevereiro somente no Turismo”, afirmou o ministro.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Objeto na Via Láctea como nada que os astrônomos já viram
Manhã na Clube: entrevistas com Dorgivânia Arraes (CRC-PE) e Fabi Soares, consultora de RH
Manhã na Clube: entrevistas com Augusto Coutinho (Solidariedade) e o psicólogo Carol Costa Júnior
Morre Olavo de Carvalho, considerado guru do bolsonarismo
Grupo Diario de Pernambuco