Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Brasil

VACINAÇÃO

Estados começam, neste sábado, aplicação das doses infantis contra Covid-19

Publicado em: 15/01/2022 08:28 | Atualizado em: 15/01/2022 08:33

 (crédito: Governo do Estado de São Paulo)
crédito: Governo do Estado de São Paulo
O pequeno Davi Seremramiwe, de 8 anos, foi a primeira criança a ser vacinada, nesta sexta-feira (14), contra a Covid-19 no Brasil. Com a dose do imunizante da Pfizer, que o Ministério da Saúde distribui para todas as unidades da Federação desde quinta-feira, foi oficialmente aberta a aplicação pediátrica no país. O menino recebeu a vacina em São Paulo.

"Eu senti alegria. Eu estou fazendo isso pelo meu povo. Estou fazendo isso pelo meu povo Xavante", resumiu o menino. Nascido em uma comunidade Xavante do Mato Grosso, Davi tem uma condição de saúde que afeta as pernas e o obriga a andar com ajuda de uma órtese. Durante nove meses, ele e o pai, o cacique Jurandir Siridiwe, fizeram viagens periódicas à capital paulista para que Davi fosse tratado no Instituto da Criança do Hospital das Clínicas.

A vacinação do público infantil foi incluída pelo Ministério da Saúde no Plano Nacional de Operacionalização das Vacinas Contra a Covid-19 somente em 5 de janeiro — a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) tinha dado o sinal verde para a aplicação em 16 de dezembro passado. Mais de 40 países — entre eles Estados Unidos, Áustria, Alemanha, Chile, China e Colômbia — oferecem doses pediátricas.
 
Antecipação
 
A entrega do segundo lote de vacinas infantis, prevista para a próxima quinta-feira, foi antecipada para amanhã. Foi o que anunciou, ontem, o secretário-executivo do ministério da Saúde, Rodrigo Cruz. "A segunda remessa de doses da vacina pediátrica da Pfizer foi antecipada para o dia 16. Serão mais 1,2 milhão de doses", publicou nas redes sociais.

Ele também informou que, em 27 de janeiro, a pasta vai receber mais 1,8 milhão de doses do imunizante. Ao todo, o Brasil receberá pouco mais de 3,7 milhões de vacinas neste mês — serão três lotes de 1,25 milhão de doses cada um.

Após o recebimento, a pasta dividirá as doses para encaminhar aos estados e ao Distrito Federal. Cada região, então, poderá seguir com o seu calendário.

Com a distribuição das vacinas, as unidades da Federação começam a se organizar para atender a população o quanto antes. O Distrito Federal — que dá início à campanha de imunização amanhã — anunciou que crianças receberão a aplicação contra a covid-19 dentro das escolas.

Em São Paulo, apesar do pontapé inicial na vacinação pediátrica, o oferecimento de doses em larga escala começa na próxima segunda-feira. Por enquanto, o público elegível para a imunização no estado são as que têm alguma deficiência ou comorbidade. Os pais terão de apresentar laudo médico, receitas ou exames que comprovem a condição de saúde.

Já Minas Gerais — que recebeu, ontem, 110 mil doses infantis da Pfizer — começa a aplicação hoje, segundo o secretário de Estado de Saúde do estado, Fábio Baccheretti.

Já o estado do Rio de Janeiro planeja vacinar 560 mil crianças de maneira escalonada também a partir de segunda-feira. De acordo com a Secretaria de Saúde, as meninas de 11 anos deverão receber as primeiras doses. Todas as unidades de saúde da capital vão realizar o atendimento.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Zuri: 11 anos, multiinstrumentista, compositor e prodígio da música faz campanha para comprar violão
Bolsonaro cancela visita à Guiana devido à morte de sua mãe
Manhã na Clube: entrevista com Padre Arlindo
Ômicron começa a recuar nos Estados Unidos
Grupo Diario de Pernambuco