Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Brasil

IMUNIZAÇÃO

Após consulta pública, é a vez de especialistas debaterem a vacinação de crianças

Publicado em: 04/01/2022 18:25

 (crédito: Youtube/ Ministério da Saúde/ reprodução)
crédito: Youtube/ Ministério da Saúde/ reprodução
O debate sobre a vacinação de crianças com idade entre 5 a 11 anos contra a covid-19 segue em pauta. Na manhã desta terça-feira (4/1) o Ministério da Saúde realiza uma audiência pública sobre o tema na sede da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), em Brasília.


Participam do debate representantes da pasta e especialistas de entidades ligadas ao tema. A audiência sobre a inclusão da faixa etária no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a covid-19 teve início pouco depois das 10 horas e segue em andamento.

Manifestaram-se, até o momento, a secretária de enfrentamento à covid-19, do Ministério da Saúde, Rosana Leite de Melo; a representante da Opas, da Organização Mundial da Saúde (OMS), Socorro Gross;a representante do Laboratório Pfizer, Marjori Dulcine; o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Arnaldo Medeiros; o representante da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), Marco Aurélio Sáfadi; a representante da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm), Isabela de Assis Martins Ballalai; o representante da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI), José Davi Urbaez Brito; o representante do Conselho Nacional de Justiça, Richard Pae Kim; os representantes da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania, a infectologista Roberta Lacerda , o imunologista Roberto Zeballos e o neurocirurgião Augusto Nasser.

Um dos órgãos responsáveis pela aprovação da vacinação para esta faixa etária, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou ao Ministério da Saúde que não participaria da audiência pública. O órgão havia liberado, em dezembro, o uso da vacina para crianças. Em uma atitude de discordância, o governo federal realizou uma consulta pública e uma audiência para deliberar sobre a vacinação infantil.

Durante a audiência, a pasta disponibilizou um telefone para o envio de questões e contribuições. Para os cidadãos que desejem participar, é possível enviar uma mensagem para o número (61) 993206913.


Na última segunda-feira (03/12), o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse que as doses para crianças de 5 a 11 anos devem começar a chegar ao Brasil na segunda quinzena de janeiro. O laboratório Pfizer, fabricante do imunizante, confirmou o prazo previsto pela pasta.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube: entrevista com Carlos Veras (PT), deputado federal
China executa maiores exercícios militares em décadas
Papa recebeu como tapas os depoimentos de abusos no Canadá
Defesa de Brittney Griner alega falhas em provas apresentadas pela Rússia
Grupo Diario de Pernambuco