Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Brasil

MINAS GERAIS

Pais e filho são amarrados durante assalto em fazenda da família

Publicado em: 13/11/2021 09:45

Em menos de uma semana, dois assaltos registrados em fazendas na região de Itaúna assustaram moradores pela forma como aconteceram. Polícia busca pistas (Hélem Lara/Esp. EM)
Em menos de uma semana, dois assaltos registrados em fazendas na região de Itaúna assustaram moradores pela forma como aconteceram. Polícia busca pistas (Hélem Lara/Esp. EM)
A tranquilidade da vida no campo foi interrompida por dois crimes que deixaram assustados os moradores da região centro-oeste de Minas. Três integrantes de uma família – pai, mãe e filho – foram amarrados e ameaçados por bandidos armados com pistolas enquanto a fazenda onde moram era roubada.

O crime aconteceu em Carmo do Cajuru, cidade do Centro Oeste mineiro, na madrugada de quinta-feira (11). Na semana anterior, no dia 5, um roubo com o mesmo modus operandi aconteceu em outra fazenda da região, na zona rural de Itaúna, onde um fazendeiro foi amarrado e ameaçado por bandidos armados.

Nos dois crimes houve roubo de caminhonetes, equipamentos de uso agrícola e as casas foram reviradas. A polícia segue no encalço dos criminosos e pede ajuda da população para que denunciem qualquer suspeita por meio do Disque Denúncia Unificado 181 (denúncias anônimas) ou pelo 190.

A ação em Carmo do Cajuru
A madrugada foi violenta e de muita tensão em uma fazenda em Angicos, localizada na zona rural na divisa entre Itaúna e Carmo do Cajuru. De acordo com o boletim de ocorrência que foi registrado pelo 3º pelotão da 142ª Cia de Polícia Militar, com sede em Carmo do Cajuru, às 4h40 os militares foram acionados para a fazenda onde três homens encapuzados e armados com pistolas amarraram os moradores e os mantiveram sob ameaças enquanto reviravam toda a casa e roubavam vários pertences.

Foram levados uma picape Fiat Strada Work vermelha, placa OWX9128, um gerador, duas motosserras marca Husqvarna, um furador, três furadeiras marca Bosch, duas lixadeiras, uma plaina, uma TV marca Sansung, uma esmeriladeira e cerca de R$ 2 mil em dinheiro.

O tenente Duarte, da PM de Carmo do Cajuru, informou que os moradores, pai, mãe e filho, ficaram amarrados durante todo o tempo e sob ameaça de arma de fogo.

O assalto em Itaúna
Em Itaúna, os criminosos surpreenderam o morador da fazenda, na região de Grota do Segredo, quando ele chegava na propriedade rural em seu veículo Toyota Bandeirante de cor bege.

Três homens, dois deles armados, anunciaram o assalto e o levaram para a sede da fazenda amarrado dentro da carroceria da caminhonete. Enquanto estava amarrado, os assaltantes o ameaçaram com a arma apontada para a cabeça, lhe golpearam e ameaçaram cortar os pés e os dedos.

A casa foi toda revirada. Levaram do proprietário rural, um homem de 58 anos, a caminhonete Toyota, que usaram para a fuga, um revólver calibre .38, um aparelho celular e um gerador de energia. Após 40 minutos, a vítima se soltou das amarras e pediu ajuda em um sítio vizinho.

O major Alexsandro, comandante da 51ª Cia de Polícia Militar de Itaúna, afirmou que não é comum esse tipo de ação criminal no município. "São locais próximos (Angicos, zona rural de Carmo do Cajuru, e Grota do Segredo, zona rural de Itaúna) e realmente pode ser o mesmo pessoal. Estamos realizando algumas diligências no intuito de identificação e até recuperação de material subtraído. Aqui temos equipe atuante da patrulha rural e a participação da comunidade rural para denúncia é fundamental nesse contexto", destacou o militar.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube: entrevistas com Alberto Feitosa (PSC), Márcia Horowitz e Andreia Rodrigues
Justiça por Beatriz: pais organizam peregrinação de 720 km para cobrar solução de assassinato
Pessoas que já tiveram covid podem adoecer novamente devido à ômicron
Reino Unido aprova mais um medicamento contra Covid-19
Grupo Diario de Pernambuco