Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Brasil

DIREITOS HUMANOS

Governo de SP lança projeto para promoção da equidade racial

Publicado em: 13/11/2021 17:23 | Atualizado em: 13/11/2021 17:27

 (Foto: Pixabay/Reprodução)
Foto: Pixabay/Reprodução

O governo de São Paulo lançou hoje (13), durante o Fórum SP Afro Brasil 2021, a Casa SP Afro Brasil, um local onde serão oferecidos espaços de multiuso para o desenvolvimento regional e socioeconômico da população negra paulista. O investimento do estado será de R$ 7,4 milhões na primeira fase do projeto, que prevê a construção de dez unidades. 

Entre os pilares do novo programa estão o reconhecimento e a valorização da história e da cultura afro-brasileira, promoção de políticas públicas de desenvolvimento social e econômico, justiça, enfrentamento ao racismo religioso, institucional e estrutural, e a garantia de acesso aos serviços e programas do governo estadual.  

As unidades oferecerão atendimento de justiça e cidadania, por meio do Programa “São Paulo Contra o Racismo”, instituído pela Lei nº 14187/2010; atendimento de saúde da população negra; ensino da história e cultura afro-brasileira, oficinas culturais e culinárias negras; cursos de gestão aos profissionais de salões de beleza negra, moda e artesanato afro; workshops, palestras, cursos, treinamentos, reuniões e encontros, além de exposição de personalidades negras, biblioteca e projeção multimídia.

“Hoje é um dia histórico no estado de São Paulo, realizamos o primeiro Fórum SP Afro Brasil e lançamos a Casa SP Afro Brasil, uma iniciativa que valoriza a história e cultura afro-brasileira. Já em 2021 celebraremos convênios com dez prefeituras a fim de entregarmos novos mecanismos para o desenvolvimento socioeconômico da população negra do estado”, disse o secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi. 

As prefeituras poderão solicitar uma Casa SP Afro Brasil por meio de ofício encaminhado à Secretaria de Desenvolvimento Regional, que fará a articulação e formalizará os convênios para criação dos espaços, que tiveram os projetos executivos desenvolvidos pela Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU). As prefeituras vão indicar os terrenos e ficarão responsáveis pelo custeio, após a inauguração das casas. 

A Casa SP Afro Brasil é vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Regional (SDR), em parceria com as pastas de Desenvolvimento Econômico, Desenvolvimento Social, Educação, Saúde, Cultura e Economia Criativa, Justiça e Cidadania, Esporte e Lazer, e Habitação por meio da CDHU.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Laboratório anuncia teste para diferenciar o coronavírus da gripe A e B
Manhã na Clube: entrevistas com Alberto Feitosa (PSC), Márcia Horowitz e Andreia Rodrigues
Justiça por Beatriz: pais organizam peregrinação de 720 km para cobrar solução de assassinato
Pessoas que já tiveram covid podem adoecer novamente devido à ômicron
Grupo Diario de Pernambuco