Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Brasil

OPERAÇÃO

Golpe das nudes: criminosos faturam R$ 2 milhões chantageando homens pela internet

Publicado em: 18/11/2021 19:47

 (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
Foto: Divulgação/Polícia Civil
As policias civis do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina prenderam 10 pessoas acusadas de praticar crimes de "sextorsão", o chamado "golpe das nudes". As prisões ocorreram na quarta-feira (18/11), como parte da Operação Imagem Revelada. As autoridades apreenderam um carro, documentos, celulares e aproximadamente R$ 60 mil em espécie.  

De acordo com a investigação, os suspeitos criavam perfis em redes sociais com fotos sensuais de mulheres. Eles entravam em contato com homens, com foco nos que aparentavam alto poder aquisitivo, e passavam a mandar mensagens eróticas e fotos sensuais falsas. 

Após as conversas, os criminosos passam a extorquir a vítima, alegando que a menina é adolescente e que o homem teria praticado um crime. Diante das ameaças de que o caso será levado ao conhecimento da polícia, os criminosos exigem determinada quantia em dinheiro para “abafar o caso”.

Todo um teatro é organizado, algumas pessoas atuam como falsos pais da adolescente, outros como falsos advogados da família, tudo para fazer com que a vítima pague dinheiro para realização de um suposto acordo.

Para dar mais credibilidade ao caso e causar pânico nas vítimas, os criminosos chegam a montar delegacias de polícia falsas, onde fazem imagens simulando a tramitação de investigações e até a expedição de mandados de prisão falsos. Ao todo o grupo aplicou o golpe em mais de 30 vítimas no estado de Santa Catarina, com um prejuízo estimado de R$ 2 milhões.

A operação
O inquérito policial foi instaurado a partir da notícia de que uma vítima teria depositado cerca de R$ 70 mil para os criminosos. O nome “Imagem Revelada” ocorreu porque a investigação conseguiu descobrir que os perfis das garotas com fotos sensuais eram, na verdade, administrados por vários criminosos, alguns deles de dentro da própria cadeia.

A investigação foi capitaneada pela Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Divisão de Investigação Criminal (Dic/PCSC) de São Bento do Sul, e passou a contar com o apoio da Polícia Civil do Rio Grande do Sul, através da Delegacia de Repressão aos Crimes Informáticos (DRCID/Deic).

Durante as investigações foi revelado que a organização criminosa tinha lucros milionários, chegando a extorquir mais de 250 mil reais de uma única vítima.Os valores detalhados, só serão confirmados após a conclusão da análise da movimentação financeira dos suspeitos e de ‘laranjas’ ligados aos investigados.
TAGS: golpe | crime | operação | nudez |
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube: entrevistas com Alberto Feitosa (PSC), Márcia Horowitz e Andreia Rodrigues
Justiça por Beatriz: pais organizam peregrinação de 720 km para cobrar solução de assassinato
Pessoas que já tiveram covid podem adoecer novamente devido à ômicron
Reino Unido aprova mais um medicamento contra Covid-19
Grupo Diario de Pernambuco