Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Brasil

FLORIANÓPOLIS

Ao lado do prefeito, cadela 'assina' projeto de lei para combater leishmaniose

Publicado em: 11/11/2021 11:06

 (Foto: Twitter/ reprodução)
Foto: Twitter/ reprodução
Nada mais simbólico do que uma das próprias interessadas em uma lei assinar o projeto. Foi exatamente isso que pensou o governo de Florianópolis, em Santa Catarina. Nesta quarta-feira (10/11), a cadela Many participou da cerimônia de entrega do projeto de lei para custear tratamento de cães com leishmaniose em famílias carentes da cidade. A cachorra, inclusive, assinou o papel com uma pegada.

Many pertence à autora do projeto de lei, a vereadora Priscila Fernandes (Podemos). O texto foi enviado à Câmara dos Vereadores pelo prefeito Gean Loureiro (DEM) e agora aguarda votação.
 
 

De acordo com a prefeitura, o projeto tem como intuito evitar que as famílias que não têm condições de arcar com o tratamento do animal tenham que recorrer a eutanásia.

Segundo o projeto, teriam direito ao tratamento famílias que ganham até três salários mínimos, atualmente R$ 3.300.

A leishmaniose visceral atinge cachorros e humanos. A doença é transmitida pelo mosquito-palha infectado e não tem cura, mas tem tratamento.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Justiça por Beatriz: pais organizam peregrinação de 720 km para cobrar solução de assassinato
Pessoas que já tiveram covid podem adoecer novamente devido à ômicron
Reino Unido aprova mais um medicamento contra Covid-19
Manhã na Clube: entrevista com o deputado estadual Eriberto Medeiros (PP), presidente da Alepe
Grupo Diario de Pernambuco