Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Brasil

CRÍTICAS

''Para ser pátria amada não pode ser pátria armada', diz Arcebispo em missa

Publicado em: 12/10/2021 12:22

 (Foto: Reprodução)
Foto: Reprodução
O arcebispo da cidade de Aparecida, em São Paulo, Dom Orlando Brandes, criticou, nesta terça-feira (12), a disseminação de notícias falsas e o armamento da população brasileira. A declaração foi dada durante o sermão da missa das 9h, no Dia de Nossa Senhora Aparecida. Apesar de não mencionar o nome do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), o religioso utilizou o slogan do governo federal para afirmar que "para ser pátria amada não pode ser pátria armada".

“Para ser pátria amada seja uma pátria sem ódio. Para ser pátria amada, uma república sem mentira e sem fake news. Pátria amada sem corrupção. E pátria amada com fraternidade. Todos irmãos construindo a grande família brasileira”, disse. Dom Orlando Brandes relembrou as mais de 600 mil vidas perdidas para a covid-19 e disse estar grato pela volta da esperança. Segundo ele, o sentimento foi promovido pela descoberta da vacina contra a doença.

“Mãe Aparecida, muito obrigado porque na pandemia a senhora foi consoladora, conselheira, mestra, companheira e guia do povo brasileiro que hoje te agradece de coração porque vacina sim, ciência sim e Nossa Senhora Aparecida junto salvando o povo brasileiro”, ressaltou.

Na ocasião, estavam presentes os ministros Marcos Pontes, da Ciência e Tecnologia, e João Roma, da Cidadania. Em outros momentos, o religioso também fez declarações contra a gestão do governo Bolsonaro. Como em 2019, quando ele criticou a direita por ser "violenta e injusta" e chamou atitudes conservadoras de "dragão do tradicionalismo". 
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Destaque do Náutico, meia Jean Carlos completa 100 jogos com a camisa alvirrubra
Baixas na equipe de Guedes
Trump anuncia planos para lançar nova rede social
Manhã na Clube: entrevistas com Teresa Leitão (PT), Fernandes Arteiro e José Teles
Grupo Diario de Pernambuco