Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Brasil

PANDEMIA

Governo comprará mais 220 milhões de vacinas contra Covid-19 para 2022

Publicado em: 08/10/2021 19:10

 (Foto: Arquivo/AFP
)
Foto: Arquivo/AFP
Em meio à campanha de vacinação contra a Covid-19, o Ministério da Saúde anunciou, nesta sexta-feira (8), a compra de mais 354 milhões de vacinas contra o novo coronavírus a serem utilizadas em 2022 para reforçar a imunização dos brasileiros que já estão concluindo o esquema vacinal neste ano.

Para isso, a pasta vai desembolsar R$ 11 bilhões para a compra de 100 milhões de doses da vacina da Pfizer e 120 milhões de unidades da vacina da AstraZeneca. O governo informou que sobrarão 134 milhões de doses de vacinas já adquiridas este ano. Não foi informado o nome da farmacêutica a qual pertencem as vacinas restantes compradas em 2021.

"A escolha pelas vacinas leva em conta o fato de os dois agentes imunizantes terem registro definitivo na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)", justificou a pasta em nota. Ficaram de fora de uma nova compra a CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan no Brasil, e a vacina da Janssen, que foram compradas pelo Ministério da Saúde este ano, mas que só possuem autorização para uso emergencial até o momento.

O planejamento é aplicar mais duas doses na população com mais de 60 anos, e uma dose de reforço nas pessoas com até 59 anos.

Faixa etária
Outra mudança foi anunciada pela pasta: no ano que vem, a vacinação deixará de seguir o critério de grupos prioritários para considerar a imunização contra o coronavírus por faixa etária.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube: entrevistas com Teresa Leitão (PT), Fernandes Arteiro e José Teles
CPI da Pandemia recomenda indiciamento de Bolsonaro
Manhã na Clube: entrevistas com Sileno Guedes e com a nutricionista Joyce Alencastro
CPI da Pandemia chega ao final com homenagens às vítimas da Covid
Grupo Diario de Pernambuco