Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Brasil

SÃO PAULO

Corpo de jovem desaparecida é encontrado concretado em parede de construção

Publicado em: 06/10/2021 21:35

 (Joice chegou a pedir para o marido buscá-la no ponto de ônibus, mas não atendia mais o celular 20 minutos depois de ter mandado a última mensagem. Foto: Facebook/Reprodução)
Joice chegou a pedir para o marido buscá-la no ponto de ônibus, mas não atendia mais o celular 20 minutos depois de ter mandado a última mensagem. Foto: Facebook/Reprodução
Terminou de maneira trágica a busca por Joice Maria da Glória Rodrigues, 25 anos, em São Vicente, cidade do litoral de São Paulo. Na terça-feira (5), um homem confessou ter estuprado, assassinado e ocultado o corpo da jovem.

O nome do acusado não foi revelado, mas sabe-se que ele é pedreiro, tem 56 anos e trabalha em uma obra da região. De acordo com o depoimento prestado à Polícia Civil, outro homem, de 35 anos, também participou do crime. O segundo acusado também foi detido para prestar depoimento e está preso.

A vítima foi encontrada nua, com uma camisa enrolada no pescoço. Para retirar o corpo da parede da construção, foi preciso a ajuda do Corpo de Bombeiros. A família procurava por Joice desde 27 de setembro, quando ela saiu de casa para visitar o avô. Ela era casada e tinha dois filhos.

Segundo o relato da irmã, Joice chegou a ligar para o marido naquele dia, pouco antes das 21h, pedindo que ele a esperasse no ponto de ônibus. Como a esposa não chegou, o homem ligou para o celular dela, mas todas as chamadas daí em diante caíram na caixa postal.

Detalhes do crime
Em depoimento, o pedreiro admitiu ter estuprado e estrangulado a vítima. Segundo ele, logo depois, o corpo foi concretado dentro da parede. Em um primeiro depoimento, o homem havia mentido para a polícia, dizendo que mantinha relações sexuais consensuais com a vítima e que, naquele dia, eles haviam usado drogas e ela teria ido embora do local após o ato.

Depois de uma vistoria, os investigadores encontraram pinos plásticos vazios, em geral, usados para o consumo de cocaína. A equipe também encontrou uma sacola com diversas calcinhas no local de trabalho do então suspeito. Isso fez com que os agentes duvidassem da versão dele e seguissem apurando a situação. Mas foi o dono do lote em que a casa está sendo erguida que encontrou o corpo de Joice.

Ele contou ao portal G1 que se lembrou de uma parede no piso térreo, embaixo da escada, cujo vão foi havia sido fechado recentemente e que apresentava um acabamento malfeito. Isso depois que os policiais levantaram suspeita sobre o trabalhador da obra. O dono do terreno golpeou o local e, depois de fazer um buraco no concreto, sentiu um forte odor. Foi quando avisou às autoridades e os dois homens foram presos.

Não há informações sobre o sepultamento ou mais detalhes sobre o processo penal. Os dois acusados seguem presos, após as confissões.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Baixas na equipe de Guedes
Trump anuncia planos para lançar nova rede social
Manhã na Clube: entrevistas com Teresa Leitão (PT), Fernandes Arteiro e José Teles
CPI da Pandemia recomenda indiciamento de Bolsonaro
Grupo Diario de Pernambuco