Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Brasil

INTERVALO

Cidade do Rio mantém 12 semanas para a segunda dose da AstraZeneca

Publicado em: 13/07/2021 14:02

 (Foto: Justin Tallis/ AFP
)
Foto: Justin Tallis/ AFP
A prefeitura do Rio resolveu não reduzir o intervalo para aplicação entre as duas doses da vacina AstraZeneca. O secretário Municipal de Saúde, Daniel Soranz, disse que a maioria dos países que antecipou o complemento da imunização contra a Covid-19, já tinha vacinado os idosos e as pessoas com comorbidades com o intervalo de 12 semanas.

De acordo com o secretário, a AstraZeneca, pela bula, tem 80% de eficácia quando faz o intervalo superior a 12 semanas. Com o intervalo de oito semanas cai para 59%. “A gente nesse momento não recomenda a antecipação para oito semanas e garantir a eficácia da vacina”, afirmou Soranz em entrevista à Agência Brasil.

O secretário admitiu que após a conclusão das aplicações da primeira dose na população acima de 18 anos, pode haver uma nova avaliação sobre a redução do intervalo. Por enquanto, a secretaria segue “alinhada ao Ministério da Saúde,  e também alinhada com a bula”.

Segundo Soranz, a decisão não depende da chegada de mais doses da vacina. “Isso é uma questão de eficácia e não de quantidade de doses. A eficácia de 80% é muita coisa. Não dá para colocar isso em risco. Se fosse um paciente meu, eu não recomendaria”, observou, após participar da inauguração de mais um posto de vacinação na capital. Dessa vez é no Teatro Municipal Carlos Gomes, na Praça Tiradentes, no centro do Rio.

O teatro tem na sua história apresentações de destaque ao longo de décadas da cultura carioca. O posto vai funcionar de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h, e conta com o apoio da Organização Não Governamental Core (Esforço de Ajuda Organizado pela Comunidade, na sigla em inglês). Hoje estão recebendo a vacina homens de 39 anos. Está sendo feita ainda a repescagem para pessoas com deficiência permanente.

Caxias
 
Em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, a prefeitura vai antecipar a aplicação da segunda dose da vacina AstraZeneca para todas as pessoas que tomaram a primeira dose até o dia 17 de maio, ou seja, oito semanas e dois dias antes do prazo inicialmente estabelecido. Para essa vacinação, a prefeitura vai disponibilizar 16 unidades de saúde que funcionarão de quinta-feira (15) até o domingo (18).

SES
 
Ontem, por meio da Subsecretaria de Vigilância e Atenção Primária à Saúde, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) do Rio de Janeiro, informou que decidiu reduzir o intervalo de aplicação entre as doses da vacina AstraZeneca de 12 para oito semanas.

De acordo com a pasta, a decisão foi acordada com representantes do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde e, após consulta ao grupo de especialista e epidemiologista da SES. A medida visa acelerar ainda mais o esquema vacinal, tendo em vista que os municípios já estão com estoque disponível do imunizante para segunda dose”, comentou em nota.

Para a secretaria, o intervalo antecipado para a aplicação da segunda dose da vacina está de acordo com o descrito na bula do produto. “A SES esclarece que todas as vacinas disponíveis no Brasil são eficazes para o processo de imunização, como indicam estudos. E reforça que a população retorne aos postos de saúde para aplicação da segunda dose, completando o esquema vacinal”.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Terceira dose de vacina anticovid começa a ser aplicada em Israel para aumentar imunidade
Manhã na Clube: entrevistas com coronel Luiz Meira (PTB), Regina Sales e Maria Dulce
Manhã na Clube: entrevistas com José Maria Eymael, Rodrigo Floro e Chico Kiko (PP)
Leão se afasta de parque onde vive solto e assusta moradores de cidade africana
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco