Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Brasil

OPERAÇÃO

Bombeiros resgatam idoso que ficou oito dias perdido em mata em Minas Gerais

Publicado em: 20/07/2021 13:18

 (crédito: Divulgação Bombeiros GV)
crédito: Divulgação Bombeiros GV
O idoso de 67 anos que estava desaparecido em Itaobim, Vale do Jequitinhonha, desde o dia 11, foi encontrado nesta segunda-feira (19), perdido dentro de uma mata fechada, na zona rural da cidade. Segundo os militares do Corpo de Bombeiros de Governador Valadares, que participaram da operação de salvamento, o idoso estava desnutrido e desorientado.

As buscas pelo homem ganharam uma nova dinâmica com a ajuda dos militares do Corpo de Bombeiros de Governador Valadares, que chegaram em Itaobim na quinta-feira (15). Além de equipamentos especiais para as buscas, dentre estes, um drone, os militares levaram a cadela Luna e o cão Bono, todos da raça Pastor Alemão.

Esses cães são do Canil do Pelotão de Emergências Ambientais e Resposta a Desastres (Canil/PEMAD) e conseguem executar tarefas de busca, substituindo, cada um, cerca de 30 militares, conforme estimativa do comando dos Bombeiros de Valadares. Durante a semana, as buscas foram feitas de forma intensa, sem sucesso.

Mas nesta segunda-feira (19), os trabalhos começaram cedo, às 4h30, em uma trilha, no sentido de uma chapada de mata, onde havia indícios de pisadas, e que segundo moradores, poderiam ser do idoso.

Os militares seguiram pela trilha caminhando por um trecho de 2 quilômetros. De repente, o cão Bono escapou, saindo da trilha, se embrenhando na mata fechada. E começou a latir anunciando a localização do homem.

Segundo informação dos Bombeiros, o idoso estava consciente, porém desnutrido e desorientado, com as extremidades dos membros inferiores e superiores apresentando sinais de hipotermia, por ter ficado durante 8 dias e 8 noites ao relento. Ele bebeu água e vestiu uma jaqueta dos Bombeiros, para ser levado de volta pra casa.

O herói da operação, o cão Bono, já atuou com sucesso em buscas de pessoas desaparecidas e localização de vítimas soterradas nas cidades de Jaguaraçu e João Monlevade. E teve muito trabalhos no início deste ano, quando localizou várias vítimas soterradas, em Santa Maria de Itabira, durante a tragédia das chuvas.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
EUA planejam abrir fronteiras para vacinados
Manhã na Clube: entrevistas com o deputado Doriel Barros (PT), Fernando Murta e Elmo Santos
Homem com granada mobiliza polícia de Kiev
Manhã na Clube: entrevistas com Eduardo Leite (PSDB),  Sérgio Montenegro e Joaquim Francisco
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco