Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Brasil

CASO LÁZARO

Lázaro pretendia fazer ritual macabro com família mantida refém, diz secretário

Publicado em: 16/06/2021 14:50

 (Informações foram divulgadas em coletiva de imprensa na terça-feir. Foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
Informações foram divulgadas em coletiva de imprensa na terça-feir. Foto: Ed Alves/CB/D.A Press
O suspeito de assassinar uma família em Ceilândia Norte e aterrorizar moradores do DF e de Goiás, Lázaro Barbosa Sousa, 33 anos, pretendia fazer um ritual macabro com a família que ele manteve refém na tarde da terça-feira (15), informou o secretário de Segurança Pública do Estado de Goiás (SSP-GO), Rodney Rocha Miranda. Lázaro segue foragido.

Lázaro invadiu a chácara durante a tarde, em Edilândia (GO), e manteve pai, mãe e filha reféns. A adolescente enviou uma mensagem a um policial pedindo socorro ao ouvir um barulho estranho na casa. "Socorro, o assassino Lázaro está aqui em casa", escreveu.

O Correio apurou que os policiais estiveram na mesma fazenda, Grota da Água do Valdo Silva, na segunda-feira (14), onde montaram o cerco. O policial que participou da operação deixou o número de celular com a família e, nessa tarde, recebeu uma mensagem: "Socorro. O assassino Lázaro está aqui em casa. Fazenda Grota da Água do Valdo Silva", dizia o texto.

Segundo informou o secretário da SSP-GO, Lázaro pretendia fazer um ritual maligno com as vítimas. "Como de costume, ele ia levar a família para a beira do rio, obrigar a tirar a roupa e matar a todos", disse. Quando os dois policiais chegaram e viram a situação, houve troca de tiros. Lázaro baleou um policial militar de Goiás no rosto, de raspão. Ele foi transferido ao Hospital de Anápolis pelo helicóptero do Corpo de Bombeiros.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Apesar dos protestos, começa a Olimpíada de Tóquio
Manhã na Clube: entrevista com o Presidente da Alepe, deputado Eriberto Medeiros (PP)
Em busca por vestígios de vida em Marte
Manhã na Clube: entrevista com Carlos Mariz (Associação Brasileira de Energia Nuclear)
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco