Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Brasil

RIO DE JANEIRO

Suspeitos de vender atestados falsos para furar fila da vacinação são presos

Publicado em: 27/05/2021 19:19

 (Foto: Reprodução/Polícia Civil do Rio)
Foto: Reprodução/Polícia Civil do Rio
Policiais civis da Delegacia de Defraudações (DDEF) do Rio de Janeiro prenderam, nesta quinta-feira (27), dois suspeitos de vender atestados falsos de comorbidades. 

Segundo os agentes, os documentos custavam R$ 20 e eram utilizados por pacientes para furar a fila da vacinação contra o novo coronavírus, o que pode levar à cassação dos médicos.

Os presos são um médico e o dono de uma clínica localizada no bairro Pilares, na Zona Norte do Rio de Janeiro.

De acordo com os policiais, "o médico declarava que o paciente possuía uma doença incluída no rol elencado do Ministério da Saúde, fazendo com que a pessoa furasse a fila da vacinação".

Os agentes da polícia também informam que as investigações continuam para identificar os pacientes que utilizaram os atestados.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube: entrevistas com Túlio Gadêlha, Beatriz Paulinelli e Guilherme Maia
Advogado de enfermeira afirma que Maradona foi morto
Manhã na Clube: entrevistas com Décio Padilha, Adriana Barros e Roseana Diniz
Para evitar contaminação por Covid, robôs oferecem água benta em Meca
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco