Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Brasil

MULTA

Gabigol paga multa de R$ 110 mil por aglomerar em cassino ilegal em São Paulo

Publicado em: 25/05/2021 14:30 | Atualizado em: 25/05/2021 17:43

 (O acordo de pagamento de 100 salários mínimos ao Fundo Municipal da Criança e do Adolescente foi proposto a Gabigol no dia 18 de março pelo Ministério Público. Foto: Divulgação/Policia Civil)
O acordo de pagamento de 100 salários mínimos ao Fundo Municipal da Criança e do Adolescente foi proposto a Gabigol no dia 18 de março pelo Ministério Público. Foto: Divulgação/Policia Civil
O jogador de futebol Gabriel Barbosa, conhecido como Gabigol, pagou uma multa de R$ 110 mil após ser flagrado com mais 150 pessoas em um cassino clandestino em São Paulo no dia 14 de março. Com isso, o processo por crime contra a saúde pública foi extinto, de acordo com o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP).

O acordo de pagamento de 100 salários mínimos ao Fundo Municipal da Criança e do Adolescente foi proposto a Gabigol no dia 18 de março pelo Ministério Público. O jogador aceitou o acordo em troca da extinção da ação em audiência judicial por videoconferência no dia 26 de março.

Pela lei, o crime de infração à medida sanitária preventiva tem pena prevista de um mês a um ano de detenção, além de multa, no caso de condenação.

Além de Gabigol, também foram detidos no dia o funkeiro Mc Gui e o diretor artístico Rafael Vanucci, filho da cantora Vanusa. O cassino clandestino enfrenta processos relacionados à saúde pública e pode pagar multas de cerca de R$ 10 milhões, caso condenado.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
ONU pede medidas para frear abusos sexuais nas instituições católicas
Manhã na Clube: entrevistas com Frederico França, Johann Wolfgang Schneider e Marcelle Penha
Diabetes: saiba como evitar e controlar antes que seja tarde
Manhã na Clube: entrevistas com Túlio Gadêlha, Beatriz Paulinelli e Guilherme Maia
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco