Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Brasil

CONTAMINAÇÃO

Brasileiro contagiado com variante indiana passou por três cidades antes do isolamento

Publicado em: 26/05/2021 11:22 | Atualizado em: 26/05/2021 12:23

 (Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil)
Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil
De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde do Rio de Janeiro, o Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde, de São Paulo, falhou na condução caso de suspeito de variante da Índia. O CIEVS teria dito que o homem não informou à Anvisa sobre a suspeita da Covid-19. No momento em que o estado foi avisado, o passageiro, já estava a 278 quilômetros da capital. 

O homem, que é brasileiro, não tinha se vacinado. Ele passou dois meses na Índia a trabalho e chegou ao Aeroporto Internacional de Guarulhos no sábado (22). Lá, fez o teste RT-PCR exigido pela empresa para a qual trabalha, mas seguiu de avião para o Rio antes mesmo de receber o resultado. Somente quando já estava na cidade, foi constatado a testagem positiva. Ele apresenta bom estado de saúde e sintomas similares aos da gripe. 

O paciente ainda foi de carro até a cidade de Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, onde vive, antes de voltar ao Rio. Durante dois dias, o caso investigado circulou por três cidades e teve contato com dezenas de pessoas.

Segundo a pasta, todos os passageiros do voo, que residem no Rio, já teriam sido identificados e orientados a fazer isolamento por 14 dias. Eles são acompanhados por equipes das vigilâncias sanitárias de seus respectivos municípios. . 

Há previsão de que os aeroportos de São Paulo passem pelo mesmo tipo de controle, mas não há uma data estipulada. Os terminais precisam de aval federal para implementá-las.

Por meio de nota, a Anvisa afirmou que, em reunião ontem, foi elaborada uma proposta para incrementar medidas sanitárias. A manifestação técnica do órgão será enviada à Casa Civil da Presidência da República. Segundo a Anvisa, a implementação das barreiras sanitárias cabe aos ministérios da Saúde, Justiça e Segurança Pública e da Infraestrutura.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Protesto em Brasília acaba com conflito entre indígenas e policiais
Manhã na Clube: entrevistas com Carlos Veras, Sérvio Fidney e Marcel Costi
Vacina contra a Covid-19 criada em Cuba tem eficácia de 92%
Pontos fundamentais para fazer uma transição de carreira
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco