Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Brasil

CASO HENRY BOREL

Laudo complementar aponta que Henry tinha lesões no rosto causadas por unha

Publicado em: 23/04/2021 22:19

 (Foto: Arquivo Pessoal)
Foto: Arquivo Pessoal
Novas informações sobre o caso Henry Borel foram divulgadas pelo Instituto Médico Legal (IML) do Rio de Janeiro. O menino de 4 anos foi morto em 8 de março e o principal suspeito do crime é o vereador Dr. Jairinho, padrasto da criança. Segundo um laudo complementar, concluído na quarta-feira (21), a criança tinha marcas no rosto compatíveis com ferimentos feitos a unha. Os peritos não apontaram como essas lesões podem ter sido feitas. O documento foi obtido pela TV Globo.

O laudo anterior apontava 23 lesões, mas não citava as causas das marcas no nariz e próximas ao olho. A perícia complementar reforça que o menino de 4 anos não foi morto em um acidente doméstico, conforme alegam o padrasto, Dr. Jairinho, e a mãe, Monique Medeiros. O menino foi levado para o hospital, mas chegou já morto. Ainda de acordo com o laudo, não foi possível determinar a dinâmica das ações que causaram a morte.

Os dois suspeitos estão presos e aguardam julgamento. Na segunda-feira (19), a mãe de Henry foi diagnosticada com Covid-19. Ela foi isolada no Hospital Penitenciário Hamilton Agostinho, em Bangu, no Rio de Janeiro.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Imunização para gestantes começa a ser liberada, mas ainda gera dúvidas
Resumo da semana: briga por terceira via em 2022, adeus a Paulo Gustavo e vacinação de gestantes
ONU pede  investigação independente sobre chacina no Rio
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 07/05
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco