Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Brasil

FÓSSEIS

Escavação em rodovia de SP revela fragmentos de dinossauro

Publicado em: 17/04/2021 09:16

Os fósseis foram levados para o Museu de Paleontologia de Uchoa e estarão expostos na reabertura do espaço (Divulgação/Eixo SP)
Os fósseis foram levados para o Museu de Paleontologia de Uchoa e estarão expostos na reabertura do espaço (Divulgação/Eixo SP)
Trabalhadores encontraram fragmentos de fósseis de dinossauros enquanto faziam a escavação de uma galeria para escoamento de água de chuva na rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP 294). As peças foram encontrados nas obras de uma praça de pedágio, a uma profundidade de 20 metros da superfície do solo, no quilômetro 623 da rodovia, entre as cidades paulistas de Irapuru e Pacaembu. 

Segundo a concessionária da rodovia, a Eixo SP, as obras foram paradas imediatamente para que os trabalhos paleontológicos fossem feitos. Os trabalhos foram desenvolvidos pelo paleontólogo Fabiano Vidoi Iori e pelo biólogo Leonardo Paschoa, ambos pesquisadores do Museu de Paleontologia Pedro Candolo, em Uchoa (SP).

De acordo com a Eixo SP, as pesquisas indicam que entre as dezenas de fragmentos fósseis encontrados estão ossos dos gigantes titanossauros – os dinossauros “pescoçudos”, quadrúpedes e herbívoros que podiam alcançar por volta de 20 metros de altura – e dentes de abelissaurídeos, dinossauros predadores bípedes, que chegavam a até nove metros de comprimento.

Outros fragmentos extraídos sugerem que no período Cretáceo - que durou de 145 milhões a 65 milhões de anos atrás - a região era formada por rios e lagos. O material encontrado também inclui ossos, escamas e dentes de crocodiliformes; escamas de peixes; e restos de cascos e esqueletos de cágados, uma fauna que viveu por volta de 85 milhões de anos atrás.

“Dentre os fósseis coletados, temos peças bem importantes, em especial os fragmentos cranianos, que vão permitir investigar mais a fundo se as espécies descobertas são inéditas ou já catalogadas na região”, destacou o paleontólogo Fabiano Vidoi Iori.

Os fósseis foram levados para o Museu de Paleontologia de Uchoa e estarão expostos na reabertura do espaço, atualmente fechado em cumprimento às medidas restritivas de combate à pandemia de covid-19.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Imunização para gestantes começa a ser liberada, mas ainda gera dúvidas
Resumo da semana: briga por terceira via em 2022, adeus a Paulo Gustavo e vacinação de gestantes
ONU pede  investigação independente sobre chacina no Rio
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 07/05
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco