Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Brasil

CASO HENRY BOREL

Caso Henry: laudo aponta 23 lesões e que a criança demorou 39 minutos para ser socorrida

Publicado em: 12/04/2021 16:19 | Atualizado em: 12/04/2021 17:45

 (Em vídeo das câmeras de segurança do condomínio, Henry encontrava-se pálido e com os lábios em coloração azulada pela falta de oxigênio. Foto: Reprodução/Redes sociais)
Em vídeo das câmeras de segurança do condomínio, Henry encontrava-se pálido e com os lábios em coloração azulada pela falta de oxigênio. Foto: Reprodução/Redes sociais
De acordo com o laudo do IML (Instituto Médico Legal) o menino Henry Borel, morto no dia 8 de março, sofreu 23 lesões pelo corpo. Segundo documento, todas as lesões foram "produzidas mediante ação violenta" e aconteceram entre 23h30 e 03h30.

No documento, que conta com 36 páginas e foi assinado por oito peritos criminais, são citadas 23 lesões no corpo da criança, entre elas: escoriações, hematomas, hemorragias em três partes da cabeça, infiltrações, contusões nos rins, pulmão e laceração do fígado. Sendo a causa da morte hemorragia interna e laceração hepática causada por uma ação contundente, como aponta o laudo.

O documento ainda resgata imagens do elevador do condomínio do casal que registraram o momento em que Henry foi socorrido pela mãe Monique e pelo padrasto Dr. Jairinho. Na análise do vídeo, Henry encontrava-se pálido e com os lábios em coloração azulada pela falta de oxigênio. 

As imagens do circuito de segurança do condominio são das 04h09 da manhã, mas, segundo o documento, todas as lesões foram produzidas por ação violenta entre 23h30 e 03h30, apontando assim que o meino já estava sem vida antes mesmo de chegar ao hospital.


Prisão de Jairinho e Monique
Jairinho e Monique foram presos preventivamente na quinta-feira, (8), na casa de parentes dela em Bangu, no Rio de Janeiro. Eles vão ser indiciados por homicídio duplamente qualificado e por atrapalhar as investigações.
TAGS: morte | lesoes | pericia | iml | laudo | borel | henry | caso |
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
ONU pede  investigação independente sobre chacina no Rio
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 07/05
Teich vincula renúncia à pressão de Bolsonaro para usar cloroquina
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 06/05
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco