Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Brasil

VACINAS

Após receber novo lote de vacinas, Pernambuco inicia imunização de quilombolas e idosos acima de 70 anos

Publicado em: 20/03/2021 14:29 | Atualizado em: 20/03/2021 15:08

Foram 208 mil doses que chegaram na nova remessa, sendo 172 mil da Sinovac/Butantan e 36 mil da Astrazeneca/Oxford/Fiocruz  (Foto: Heudes Regis/SEI )
Foram 208 mil doses que chegaram na nova remessa, sendo 172 mil da Sinovac/Butantan e 36 mil da Astrazeneca/Oxford/Fiocruz (Foto: Heudes Regis/SEI )
Na manhã deste sábado (20), chegou à Pernambuco uma nova remessa de vacinas contra a Covid-19, contendo 172 mil doses da vacina Sinovac/Butantan. A orientação do Ministério da Saúde é de que esse tipo de vacina seja usado somente como primeira dose. Em decorrência da chegada desse novo lote, o Estado começa a etapa de imunização de idosos com idade entre 70 e 74 anos, garantindo também o avanço na proteção dos trabalhadores de saúde. Além disso, chegaram também 36 mil doses da Astrazeneca/Oxford/Fiocruz, que serão utilizadas como primeira dose, iniciando a vacinação dos povos e comunidades quilombolas tradicionais.

Paulo Câmara afirmou que Pernambuco tem agilizado ao máximo a vacinação dos grupos prioritários, e garantiu a inclusão da população quilombola no esquema de vacinação da primeira dose. "Assim que as vacinas foram recebidas, acionamos nosso esquema de logística, para que até o final do dia, ou no máximo na manhã deste domingo, todas as gerências de saúde recebam suas cotas de imunizantes para serem repassadas aos municípios", afirmou o governador.

O secretário estadual de Saúde, André Longo, comunicou que este é o segundo lote de vacinas recebido pelo Estado esta semana, e será utilizado somente como primeira dose, para que aconteça a ampliação de grupos protegidos. "Nossa expectativa é que, com a produção nos laboratórios nacionais, esse cronograma semanal seja mantido, o que possibilita acelerar a vacinação dos grupos prioritários contra a Covid-19 e a chegada da segunda dose em tempo oportuno", disse o secretário.

Longo ressaltou ainda que a agilidade no envio das doses é de suma importância para evitar ainda mais casos da doença e, principalmente, internações e óbitos. "Já sentimos uma redução das infecções nos idosos a partir dos 85 anos e esperamos que esse reflexo seja notado nas próximas semanas em mais grupos de idosos", concluiu.

Com mais essa entrega, sobe para 1.260.960 o número de doses de vacinas contra a Covid-19 já disponibilizadas aos municípios pernambucanos. Desse total, 1.058.960 foram da Sinovac/Butantan e 202 mil da Astrazeneca/Oxford/Fiocruz.

Até o momento, já inclusa a remessa deste sábado, estão sendo beneficiados idosos a partir dos 70 anos e pessoas com deficiência que vivem em instituições, além da população indígena aldeada, trabalhadores de saúde e povos e comunidades tradicionais quilombolas.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 19/04
A Justiça está realmente cuidando das crianças no centro de disputas familiares?
Resumo da semana: STF mantém anulações de sentenças contra Lula, mais jovens em UTIs e CPI da Covid
Cacique Raoni pede ao presidente dos EUA que ignore Jair Bolsonaro
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco