Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Brasil

BENEFÍCIO

Tetranetos de Tiradentes têm pedido de pensão negada pela Justiça Federal

Publicado em: 18/02/2021 13:37

Justiça nega pedido de pensão a descendentes do herói da Inconfidência Mineira
A 2ª Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) negou, de forma unânime, pedido de pensão especial para seis tetranetos de Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, símbolo da Inconfidência Mineira no século XVIII. A solicitação foi baseada na Lei nº 9.255/96 que concedeu pensão especial mensal vitalícia, no valor de R$ 200,00 a outros descendentes. As informações são da Revista Época.

Por comprovar o mesmo grau de parentesco, os autores pediram a aplicação do pedido constitucional da isonomia para também ter direito ao benefício.

Em 2013, a Justiça Federal de Minas havia negado o pedido. "A pensão especial postulada se trata de benefício de cunho honorífico e indenizatório, concedido com base em critério político", disse o juiz Cláudio Henrique Fonseca de Pina.

O relator do caso, desembargador João Luiz de Souza, diz que a Justiça não tem autonomia para conceder benefícios dessa natureza: “Não cabe ao Poder Judiciário o exercício de atribuição normativa e substituir os Poderes Executivo e Legislativo na emissão de juízo de natureza política acerca dos dignitários de honrarias, ou mesmo ampliar os efeitos específicos de normas legais que as concedem”.

"Assim, não é invocável, na espécie, o primado isonômico para a concessão do benefício, já que o critério de equiparação invocado pelo autor não é válido ante o caráter personalíssimo da norma, e que não admite extensão a fim de abranger outrem que não aqueles por ela amparado", completou o desembargador.
 
Morto e esquartejado 
Nascido na Fazenda do Pombal, em 1746, Tiradentes foi enforcado e esquartejado no Rio de Janeiro em 1792 ao ter o plano de independência do Brasil descoberto pelo governo português. 

Ele se tornou herói nacional e o dia 21 de abril, data de sua morte, se tornou feriado em todo o país. 

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Bolsonaro diz não ter briga com a Petrobras
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 24/02
Atividades econômicas proibidas em 63 municípios do Agreste e Sertão
Brasil aprova uso definitivo da vacina da Pfizer, mas imunizante ainda não está disponível
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco