Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Brasil

IMUNIZAÇÃO

Brasil sobe para 8ª posição em ranking mundial de vacinação contra a Covid-19

Publicado em: 01/02/2021 11:58

 (Foto: Bulent Kilic/AFP)
Foto: Bulent Kilic/AFP
O Brasil subiu para a oitava posição no ranking de países que mais vacinaram contra a Covid-19 no mundo, segundo levantamento desta segunda-feira (1°) do projeto "Our World in Data", da Universidade de Oxford. Proporcionalmente ao número de habitantes, porém, o país ocupa a 34ª posição.

No mundo, foram vacinados mais de 94 milhões de pessoas. O Brasil passou da marca dos 2 milhões de vacinados, o que equivale a 0,98% da população. Até quinta-feira, o país ocupava a 12ª posição entre os países que mais tinham aplicado doses dos imunizantes.

A liderança é ocupada pelos Estados Unidos, que já vacinaram 31,12 milhões de pessoas. A campanha no país teve início em dezembro.

As dez primeiras posições ainda são ocupadas pela China (22,77 milhões), Reino Unido (9,47 milhões), Israel (4,74 milhões), Índia (3,74 milhões), Emirados Árabes Unidos (3,33 milhões), Alemanha (2,32 milhões), Turquia (1,99 milhão) e Itália (1,96 milhão).

Já no ranking proporcional, o país que mais imunizou foi Israel. Mais de um terço da população do país já recebeu pelo menos uma dose do imunizante. O país já registrou queda de 60% das internações devido à covid-19. Apesar do efeito já começar a ser sentido, Israel decidiu prorrogar as medidas de restrição no país pela terceira vez.

A lista é seguida pelos Emirados Árabes Unidos (31,18%), Reino Unido (13,22%) e Bahrein (10,02%). À frente do Brasil ainda estão países como Romênia, Islândia e Dinamarca.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Planta gigante, prima da vitória-régia, é descoberta em Londres
Manhã na Clube: entrevistas com a deputada estadual Teresa Leitão (PT) e Juliana César
Última Volta: GP da Grã Bretanha de F1 2022
Quem é Júlio Lancellotti, o padre antissistema que dá esperança aos pobres
Grupo Diario de Pernambuco