Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Brasil

DECISÃO

Carnaval de Salvador é oficialmente suspenso; não há nova data

Publicado em: 27/11/2020 12:30

 (Foto: Valter Pontes/SECOM/Prefeitura de Salvador)
Foto: Valter Pontes/SECOM/Prefeitura de Salvador
A Prefeitura de Salvador confirmou, nesta sexta-feira (27), a suspensão do carnaval de 2021, em razão da pandemia de Covid-19. Por enquanto, o que está certo é que a festa não ocorrerá em fevereiro. Uma nova data, segundo o Executivo municipal, "vai depender da ampla disponibilização da vacina".

"É oficial: em função da pandemia do coronavírus, não haverá carnaval de salvador em fevereiro. A nova data vai depender da ampla disponibilização da vacina. O calendário da festa será discutido no momento certo", informou a prefeitura pelas redes sociais, pouco depois de o prefeito ACM Neto (DEM) ter concedido entrevista coletiva sobre o tema.

Em agosto, ACM Neto — que deixa o cargo em janeiro para dar lugar ao correligionário Bruno Reis, eleito em primeiro turno — disse ao Correio ser "muito improvável" a realização do carnaval em fevereiro e afirmou considerar um adiamento para junho ou julho. Ele contou, ainda, estar buscando um consenso com outros prefeitos para a realização simultânea da festa.

Nesta sexta, porém, ACM reforçou que não há uma data confirmada para um possível adiamento adiamento. Também em uma rede social, o prefeito escreveu: "Só poderemos realizar um evento como o carnaval se houver vacina para todas as pessoas. Enquanto não sabemos quando isso será possível, a única afirmação verdadeira é de que não haverá carnaval".

Em 2020, segundo dados da Secretaria de Turismo do estado e da Prefeitura, o carnaval de Salvador movimentou R$ 1,25 bilhão, com geração de 215 mil empregos temporários, tendo atraído um número recorde de 16,5 milhões de foliões. Até o momento, a Bahia tem 392.381 casos confirmados de covid-19 e 8.185 mortes. Apenas na capital são 96.618 diagnósticos positivos da doença e 2.984 óbitos.

Terça-feira de cinzas
O Correio publicou uma série de reportagens especiais mostrando como os mais diversos setores envolvidos — de trabalhadores autônomos a artistas, passando por gestores e pelo setor de comércio e serviços — estão lidando com o possível adiamento ou cancelamento da festa em Salvador, Rio de Janeiro, São Paulo, Recife/Olinda e Brasília. Confira aqui.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Enem 2020: professores do Colégio Núcleo comentam ao vivo as provas deste domingo
Enem em plena pandemia vira desafio em dobro para estudantes
Enem para todos com o Fernandinho Beltrão #369 #370 Isolamento geografico, reprodutivo e genético
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 15/01
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco