Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Brasil

RIO DE JANEIRO

Barraco do Leblon: advogado de motorista atuou nos casos goleiro Bruno e Daniel

Publicado em: 30/09/2020 17:54

 (Foto: Reprodução )
Foto: Reprodução
O engenheiro de produção Wilton Vacari Filho, motorista do conversível envolvido na confusão que ficou conhecida com "barraco do Leblon", no Rio de Janeiro, foi representado por um dos mais conhecidos advogados criminalistas do Brasil. Claudio Dalledone Júnior já foi o defensor do goleiro Bruno e, atualmente, defende a família Brittes no caso da morte do jogador Daniel.

Mas essas não são as únicas histórias de repercussão nacional em que o advogado atuou. O criminalista também já trabalhou na defesa do lutador Anderson Silva na acusação de doping em 2015. Dalledone também defende o professor Luiz Felipe Manvailer, suspeito de matar a esposa, a advogada Tatiana Spitzner, que foi arremessada da sacada do prédio após ser espancada em Guarapuava (PR).

Apesar de não envolver pessoas famosas, o ‘barraco do Leblon’ gerou grande repercussão nas redes sociais nos últimos dias e, agora, virou caso de polícia, após Vacari registrar um boletim de ocorrência, nesta quarta-feira (30/9), contra a arquiteta Aline Cristina Araújo Silva, de 37 anos, por causa de insinuações que estariam “ofendendo a honra dele”.

Ao Correio, Dalledone contou que, diferentemente do usual, dessa vez não atua na defesa; ele foi contratado para defender os interesses do engenheiro, já que não há acusação contra ele, o que inclui traçar as estratégias cabíveis para conter e cessar ataques em redes sociais.

Relembre o caso
A briga no Leblon foi um dos assuntos mais comentados no Twitter no último fim de semana. Além de Vacari, a empresária Scheila Danielle Gmack Santiago, de 30 anos, estava no carro e teve a parte de cima do biquíni arrancada depois de dar um tapa na arquiteta.

Após saírem de uma festa em uma lancha, na noite de sexta-feira (25/9), Scheila e os amigos Priscilla Dornelles e Wilton Vacari decidiram passear pelo Leblon em um carro conversível. O carro foi parar em frente a um restaurante. Em uma das mesas do lado de fora, estava Aline, que diz ter se incomodado com o comportamento do grupo no carro.

"Elas se beijavam, botavam o peito para fora. O motorista beijava as duas e a barriga delas até quase as partes íntimas. Joguei água no impulso, revoltada com aquilo”, contou nas redes sociais. O vídeo que viralizou mostra o momento em que Aline arremessa duas garrafas de água na direção do carro e acerta Scheila nas costas.

Indignada com a atitude da arquiteta, Scheila foi até Aline, na mesa do restaurante, e deu dois tapas no rosto dela. Em seguida, virou-se para ir embora e, no caminho até o carro, foi seguida por um homem que estava na mesa com a arquiteta. Sem conseguir alcançá-la, o homem puxou a parte de cima do biquíni de Scheila, que foi embora com os seios de fora.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Polícia Federal vai usar drones para fiscalizar irregularidades nas eleições
Rhaldney Santos entrevista Dr. João Gabriel Ribeiro, neurocirurgião
Rhaldney Santos entrevista Armando Sérgio (Avante)
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão #179 - Coração dos vertebrados
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco