Diario de Pernambuco
Busca

Ato público

Protesto fecha trecho do Cais do Apolo, no Centro do Recife

Bombeiros, PMs e equipes da CTTU foram enviados para o local, nesta terça (21)

Publicado em: 21/05/2024 11:03 | Atualizado em: 21/05/2024 11:47

Protesto foi realizado na frnete da Prefeitura do Recife  (Foto: Cortesia)
Protesto foi realizado na frnete da Prefeitura do Recife (Foto: Cortesia)
Um protesto fechou um trecho da Avenida Cais do Apolo, no Centro do Recife, nesta terça (21).
 
A manifestação, segundo o Corpo de Bombeiros, aconteceu na frente da sede da Prefeitura do Recife. 
 
Integrantes do Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas (MLB) cobraram solução para a ocupação de um terreno de propriedade da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), na Várzea, na Zona Oeste.   
 
Os bombeiros informaram, por nota, que foram enviadas equipes ao local por volta das 10h25. 
 
Os bombeiros deram apoio aos policiais militares, que já tinham sido mobilizados para atuar na manifestação. 
 
Por voilta das 11h, os bombeiros começaram a retirar os entuilhos da pista e a limpar a via.  
 
A Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU) informou que enviou equipes para controlar o tráfego na área. 
 
Ainda segundo a CTTU, os motoristas forma orientados a usar a Avenida Militar.
 
O que disse a prefeitura
 
Por meio de nota, a prefeitura do Recife disse que vai receber uma comissão do Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas (MLB). A meta é avaliar  as demandas da ocupação Ranusia Alves.
 
"A gestão municipal reitera que mantém o diálogo e a parceria com o MLB, cuja entidade foi beneficiada recentemente, através do Minha Casa Minha Vida Entidades, com a doação de um terreno na comunidade do Bariloche, no bairro da Guabiraba, para construção de conjunto habitacional com 128 moradias", afirmou. 
 
Além disso, a Prefeitura disse que disponibilizou equipes pra acompanhar o cadastramento social que seria feito pela UFPE.
 
Por fim, o governo municipal reitera o compromisso de manter o diálogo com todas entidades e movimentos sociais da cidade.









 
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL