Diario de Pernambuco
Busca

ESTADO UNIDOS

Partido dos Republicanos é evacuado após receber potes com sangue destinados a Trump

Equipes policiais especializadas em materiais perigosos foram acionadas para inspecionar o conteúdo dos potes e investigar o caso

Publicado em: 23/05/2024 12:45

Donald Trump, ex-presidente dos Estados Unidos (Foto: CHANDAN KHANNA / AFP)
Donald Trump, ex-presidente dos Estados Unidos (Foto: CHANDAN KHANNA / AFP)
Nesta quinta-feira, a sede do Comitê Nacional Republicano, na capital dos Estados Unidos, foi esta evacuada após terem sido enviados para o ex-presidente Donald Trump, dois frascos contendo sangue. Equipes policiais especializadas em materiais perigosos foram acionadas para inspecionar o conteúdo dos potes e investigar o caso.
 
Segundo a imprensa norte-americana, não se sabe até o momento se alguém entrou em contacto com o sangue ou a quem pertencia, além de desconhecer se os frascos continham alguma mensagem ou ameaça a Trump.
 
O presidente do Comitê Nacional Republicano, Michael Whatley, condenou a ação, a qual classificou de um ataque revoltante. "Estamos gratos às autoridades, que responderam rapidamente e garantiram a segurança de todos. O encerramento foi cancelado e o pessoal já pode retomar as suas funções porque continuamos sem ser intimidados e implacáveis nos nossos esforços para eleger o presidente Trump para a Casa Branca", declarou Whatley.
 
Na semana passada, a polícia do Capitólio emitiu também do rum comunicado  aconselhando as pessoas a evitarem o quarteirão da sede do partido republicano, que fica próximo ao Congresso dos EUA. A polícia, no entanto, não detalhou a razão do pedido, alegando somente que podem acontecer protestos quanto Trump for oficialmente nomeado o candidato dos republicanos nas eleições presidenciais.
 
De acordo ainda com uma carta enviada em abril aos serviços secretos, o conselheiro do Comitê Nacional Republicano, Todd Steggerda, pediu às autoridades que mantivessem os manifestantes mais afastados do local do que o inicialmente planejado, argumentando que o plano previsto cria um risco de segurança elevado e insustentável para o público presente.
Tags: republicanos | eua |
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL