Diario de Pernambuco
Busca

COMPRAS ONLINE

Lula diz que deve vetar taxa em compras online, mas pode negociar

O presidente comentou nesta quinta-feira (23/5) a matéria que tramita na Câmara dos Deputados. Lula orientou contra o projeto, que taxa compras de até US$ 50

Publicado em: 23/05/2024 13:09 | Atualizado em: 23/05/2024 13:12

Lula falou brevemente com jornalistas no Palácio do Planalto na manhã desta quinta-feira (23/5) e comentou medida que deve taxar compras internacionais (Crédito: Joédson Alves/Agência Brasil)
Lula falou brevemente com jornalistas no Palácio do Planalto na manhã desta quinta-feira (23/5) e comentou medida que deve taxar compras internacionais (Crédito: Joédson Alves/Agência Brasil)

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) declarou nesta quinta-feira (23/5) que"a tendência é vetar” a taxação de compras importadas de até US$ 50, em discussão no Congresso Nacional.

 

O petista afirmou, porém, que também pode negociar a medida. Questionado se deve conversar sobre o tema com o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), o petista respondeu que ainda não tem encontro marcado, mas que está disponível para a conversa.

 

Lula falou brevemente com jornalistas no Palácio do Planalto na manhã desta quinta-feira (23/5) ao esperar a chegada do presidente do Benim, Patrice Talon, com quem se reúne hoje.“Não tenho encontro previsto, mas se ele [Lira] quiser conversar eu, depois do presidente do Benim, estou à disposição”, disse Lula.

 

“A tendência é vetar [a taxação]. Mas a tendência também pode ser negociar”, sinalizou ainda.

 

A taxação das compras de até US$ 50 foi incluída como um “jabuti” no Projeto de Lei que regulamenta o Programa Mobilidade Verde (Mover), em discussão na Câmara dos Deputados.

 

A taxação causa divergência tanto na base governista quanto na oposição por sua impopularidade, apesar de representar um aumento na arrecadação federal. Lula, porém, orientou seus aliados a votar contra a medida ontem (22). “Quem é que compra essas coisas? São mulheres, em sua maioria, jovens, e tem muita bugiganga. Eu nem sei se essas bugigangas competem com o mercado brasileiro. O que nós precisamos é tentar ver um jeito de não tentar ajudar um prejudicando o outro”, disse ainda o presidente Lula.

 

As informações são do Correio Braziliense. 

MAIS NOTÍCIAS DO CANAL