Diario de Pernambuco
Busca

NOVA OITIVA

Militar que ficou em silêncio à PF solicita a Moraes novo depoimento

Advogados de tenente-coronel investigado disseram a Moraes que ele pretende esclarecer relação com ex-ajudante de ordens Mauro Cid

Publicado em: 03/04/2024 17:25

Ministro Alexandre de Moraes (foto: Rosinei Coutinho/SCO/STF)
Ministro Alexandre de Moraes (foto: Rosinei Coutinho/SCO/STF)

Investigado e alvo de busca e apreensão na Operação Tempus Veritatis, o tenente-coronel do Exército Ronald Ferreira de Araújo Júnior ficou em silêncio quando foi chamado a prestar depoimento à Polícia Federal, em 22 de fevereiro.

 

Ao longo de março, no entanto, a defesa dele mudou de estratégia e passou a pedir uma nova oitiva à PF. Nesta quarta-feira (03), Alexandre de Moraes foi acionado pelos advogados.

 

A primeira solicitação foi enviada à PF em 13 de março. A polícia respondeu que não havia “previsão para realização de audiência” do militar. “Caso haja necessidade de ouvi-lo dentro dos autos faremos contatos e alinharemos uma data”, afirmou uma escrivã da PF à defesa.

 

 

Confira as informações completas na coluna Guilherme Amado, no Metrópoles

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL