Diario de Pernambuco
Busca

CASO LULINHA

Bolsonaristas lembram fala de Lula sobre violência doméstica

Filho do presidente Lula está sendo acusado de agredir a ex-mulher. Caso virou munição para oposição bolsonarista

Publicado em: 03/04/2024 13:20 | Atualizado em: 03/04/2024 13:25

Lula, a médica Natália Schincariol e Lulinha (Crédito: Reprodução/Instagram)
Lula, a médica Natália Schincariol e Lulinha (Crédito: Reprodução/Instagram)

A denúncia de violência doméstica contra o filho do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Luís Cláudio Lula da Silva, de 39 anos, virou alvo da oposição bolsonarista no Congresso Nacional. Desde a tarde dessa terça-feira (2/4), parlamentares lembram de falas do petista cobrando punição contra agressores de mulheres.

 

O filho caçula de Lula é acusado pela médica Natália Schincariol de violência física e psicológica, que teriam se intensificado com o decorrer do relacionamento. Os dois estavam juntos por cerca de 2 anos. De acordo com Schincariol, durante uma briga ela teria sido agredida com uma “cotovelada na barriga”.

 

O caso muniu parlamentares alinhados ao ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), que ironizaram o movimento feminista e uma fala de Lula dizendo que “lugar de homem que bate em mulher é na cadeia”. O deputado federal Nikolas Ferreira (PL-MG), por exemplo, publicou a declaração e disse que concorda.

 

 

 

Já o deputado Junio Amaral (PL-MG), cobrou uma investigação. “ Não bastava a palavra da vítima e que ninguém soltaria a mão de ninguém? É claro que precisa ser investigado, não podemos confiar em nenhuma parte (petista) envolvida”, escreveu em suas redes sociais.

 

Em nota assinada pelos advogados Galib Jorge Tannuri e Carmem Tannuri, o filho de Lula nega as acusações, rotulando de “inverídicas e fantasiosas agressões, cujas mentiras são enquadráveis nos tipos de delitos de calúnia, injúria e difamação”.

 

As informações são do Estado de Minas. 

 

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL