Diario de Pernambuco
Busca

VEÍCULOS

Emplacamentos de motos cresce 32% no primeiro bimestre, aponta Fenabrave

O aumento expressivo do número de emplacamentos foi influenciado pelo avanço das vendas de motocicletas, automóveis e comerciais leves

Publicado em: 04/03/2024 22:56 | Atualizado em: 04/03/2024 22:50


O aumento expressivo do número de emplacamentos foi influenciado pelo avanço das vendas de motocicletas, automóveis e comerciais leves (foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
O aumento expressivo do número de emplacamentos foi influenciado pelo avanço das vendas de motocicletas, automóveis e comerciais leves (foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)

A Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) divulgou nesta segunda-feira (04) o resultado dos emplacamentos para o primeiro bimestre de 2024. Neste ínterim, foram registrados 641 mil emplacamentos em todo o país, o que representa um aumento de 25% em relação ao mesmo período do ano passado.

 

Entre janeiro e fevereiro, o número total de emplacamentos apresentou uma queda de pouco menos que 1%. Para a Fenabrave, a leve queda foi influenciada pelo menor número de dias úteis e pelo carnaval, que acabou causando um ligeiro impacto nas vendas. Ao analisar apenas a venda diária de veículos, houve um aumento de 14,6% em fevereiro em relação ao mês anterior.

 

O presidente da Fenabrave, Andreta Jr., destaca que houve uma recuperação geral nas vendas diárias em quase todos os segmentos analisados pela federação. Diante disso, a expectativa do setor é que haja um crescimento das vendas de veículos neste ano, na comparação com 2023.

 

“São resultados consistentes para os segmentos de maior volume, o que nos deixa otimistas. Temos indicativos econômicos e setoriais que mostram uma conjuntura positiva para esse ano, especialmente, pela redução das taxas de juros e um ambiente mais favorável à oferta de crédito e, portanto, à maior disponibilidade de recursos para financiamentos de veículos”, explica Andreta Jr. 

 

 

Emplacamento de motos e veículos leves aumenta

 

O aumento expressivo do número de emplacamentos foi influenciado pelo avanço das vendas de motocicletas, automóveis e comerciais leves. A quantidade de automóveis comercializados nos dois primeiros meses do ano ultrapassou 238 mil. Já entre os comerciais leves, houve mais de 68 mil, no total. Com isso, o avanço deste segmento no primeiro bimestre, em relação a 2023, foi de 22,84%.

 

No caso das motocicletas, o avanço foi ainda maior. Com mais de 279 mil emplacamentos, no total, este segmento registrou aumento de 32,45%. Para o presidente Andreta Jr., a expectativa é que as vendas de motos sigam impactando positivamente o resultado geral ao longo do ano.

 

“Além da procura crescente por motocicletas, tanto para serviços de entrega como para transporte individual, a melhora de oferta de crédito para os financiamentos deverá impulsionar, ainda mais, este”, avalia o presidente da Fenabrave.

 

 

Confira as informações no Correio Braziliense

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL