Diario de Pernambuco
Busca

Representação

Conferência Nacional de Cultura traz 406 delegados culturais do Nordeste

Evento acontece entre 4 e 8 de março, com a participação de cerca de 1.300 representações do país

Publicado em: 03/03/2024 19:15

Entre 4 e 8 de março, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, representações culturais do Nordeste marcarão presença na 4ª Conferência Nacional da Cultura (CNC).  Dos aproximadamente 1.300 delegados previstos para participar do evento, 406 são nordestinos - sendo 42 de Alagoas, 62 da Bahia, 62 do Ceará, 40 do Maranhão, 60 da Paraíba, 42 de Pernambuco, 42 do Piauí, 40 do Rio Grande do Norte e 16 de Sergipe. A maior parte deles foram eleitos durante as conferências regionais realizadas nos municípios, nos estados e no Distrito Federal. O tema será 'Democracia e Direito à Cultura'. 

Nessa expectativa que Stephanie Rosalina, primeira mulher trans a assumir uma pasta no Executivo no estado do Ceará, ocupando o cargo de secretária de Cultura, Turismo, Juventude e Desporto no município de Pires Ferreira, comemora sua participação na Conferência. Para ela, marcar presença e ter voz altiva também é importante, pois, além de delegada cultural, é cantora, historiadora, pesquisadora e bacharel em Direito, militando na construção de políticas públicas voltadas para mulheres, transexuais e travestis. 

A presença de Stephanie é uma conquista da comunidade LGBTQIA+ que celebra as lutas e resistência do movimento ao garantir que todas as pessoas tenham acesso e contribuam com a política cultural do país. “É interessante que a gente possa falar também dessa legitimidade de empoderamento de uma mulher nordestina, sertaneja. Nossa perspectiva na participação da Conferência Nacional de Cultura vai contribuir com as nossas diretrizes, com as nossas ideias, com as nossas vivências. Essa pluralidade que o Brasil tem na sua essência”, afirma.
 
Há três categorias de participação na 4ª CNC: delegados (as), que têm direito a voz e voto; convidados (as), que têm direito a voz e observadores (as), que poderão acompanhar todos os debates da Conferência. Sendo os primeiros, responsáveis por definir as propostas prioritárias. 

Além desses, compõem o universo de delegados os 70 representantes do Conselho Nacional de Política Cultural (CNPC) e 36 delegadas e delegados da Comissão Organizadora Nacional que não integram o CNPC.  

Foram convidadas cerca de 800 pessoas entre representantes da sociedade civil e de movimentos artístico-culturais nacionais, lideranças das culturas indígenas, pesquisadores de gestão e políticas culturais, além de artistas, produtores, influencers e articuladores de referência da cultura brasileira. Cerca de 300 vagas foram reservadas ainda para o público geral.

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL