Diario de Pernambuco
Busca

SARAMPO

OMS alerta sobre risco de surto de sarampo em 2024

Reaparecimento da doença contagiosa de origem viral e que pode ser fatal é atribuído à baixa cobertura vacinal durante a pandemia da covid-19

Publicado em: 20/02/2024 17:08

Número de casos de sarampo notificados em todo o mundo cresceu 79% em 2023 (Foto: Arquivo/Agência Brasil)
Número de casos de sarampo notificados em todo o mundo cresceu 79% em 2023 (Foto: Arquivo/Agência Brasil)
A Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou hoje que mais da metade dos países do mundo poderão ser classificados como de risco elevado de surto de sarampo até o final de 2024, devido ao aumento generalizado de casos. De acordo com a OMS, o número de casos de sarampo notificados em todo o mundo cresceu 79% em 2023, com mais de 306 mil casos, em relação a 2022.
 
O reaparecimento do sarampo, uma doença contagiosa de origem viral e que pode ser fatal, é atribuído à baixa cobertura vacinal durante a pandemia da covid-19. O número de países com surtos de alto risco, com uma incidência superior a 20 casos por cada milhão de habitantes, aumentou de 32 em 2022 para 51 em 2023, segundo a agência da ONU. Entretanto, uma vez que em muitas situações as infecções e mortes não são notificadas ou não são associadas ao sarampo, a OMS estima que, na realidade, houve 9,2 milhões de contágios e mais de 136 mil mortes em 2022, o que representa neste último caso um aumento de 43% de óbitos, referente a 2021.
 
A OMS comunicou que 92% das crianças que morrem de sarampo correspondem a 24% da população global, a maioria de países mais pobres e sublinhou que a prevenção do sarampo implica que 95% das crianças recebam duas doses da vacina. No entanto, a cobertura vacinal no mundo esta situada atualmente na faixa de 83% e não retornou aos 86% do ano de 2019, quando foi detectada na China a covid-19.
Tags: sarampo |

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL