Diario de Pernambuco
Busca

Violência

Juntos Pela Segurança: Governo quer investir no sistema prisional para garantir efetividade do programa

Encontro contou com a participação de representantes da Alepe, do MPPE, do TJPE, Defensoria Pública, BID, Funase, além das chefias de todas as operativas ligadas à SDS

Publicado em: 26/02/2024 21:27 | Atualizado em: 26/02/2024 21:36

Além do investimento no sistema prisional, o Governo do Estado anunciou que vai convocar o dobro de aprovados no concurso da Polícia Civil (Foto: Hesíodo Góes/Secom)
Além do investimento no sistema prisional, o Governo do Estado anunciou que vai convocar o dobro de aprovados no concurso da Polícia Civil (Foto: Hesíodo Góes/Secom)

Para garantir a efetividade do Juntos pela Segurança, o Governo de Pernambuco pretende investir no sistema prisional. Nesta segunda-feira (26), a governadora Raquel Lyra conduziu uma reunião de monitoramento do programa para debater como o sistema pode contribuir com o programa. O encontro foi realizado na Secretaria de Planejamento, Gestão e Desenvolvimento Regional, no Recife.

Entre os pontos discutidos para a redução da impunidade e para a rapidez de procedimentos ligados ao sistema prisional estão ações como a conclusão de obras nas penitenciárias, abertura de novas vagas e ampliação no número de profissionais da segurança pública.

“Temos o enorme desafio de reverter os indicadores de violência, sobretudo de crimes contra a vida. Por isso, planejar e executar as melhorias que o nosso sistema penitenciário necessita é fundamental para garantirmos a ressocialização dos reeducandos e a paz da população. Precisamos seguir trabalhando juntos para que cada pernambucano e pernambucana se sinta seguro nas ruas do nosso Estado”, destacou Raquel Lyra.

Além do investimento no sistema prisional, o Governo do Estado anunciou que vai convocar o dobro de aprovados no concurso da Polícia Civil. Inicialmente, estavam previstas 445 vagas. O concurso é para os cargos de escrivão, agente de polícia e delegado. Para a Polícia Militar, o governo também anunciou que vai convocar 5.250 vagas. A princípio foram anunciadas 2.700 vagas.

Além da abertura dos concursos, 416 policiais penais foram nomeados desde o início de 2023.

“O governo faz uma atuação muito efetiva ao olhar para o sistema penitenciário como parte integrante da segurança pública no Estado, inclusive com a criação da nova Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização, dando mais visibilidade e enfrentando os problemas com mais força. As medidas estão sendo tomadas em uma mesa bem aberta e com a presença de vários Poderes”, disse Paulo Paes, secretário estadual de Administração Penitenciária e Ressocialização.

Índice de violência assusta pernambucanos
Juntos Pela Segurança visa reduzir violência no estado em 30% (Foto: Rafael Vieira/Arquivo DP )
Juntos Pela Segurança visa reduzir violência no estado em 30% (Foto: Rafael Vieira/Arquivo DP )

Os casos recentes de violência têm assustado os pernambucanos, que se sentem cada vez menos seguros ao sair de casa. Somente no último final de semana, o estado contabilizou 53 homicídios, sendo 32 no interior e 21 na Região Metropolitana do Recife. Foram registrados cinco duplos homicídios em menos de 24h.

Casos recentes mobilizaram a população, como o assassinato do turista carioca Talles de Couto, de 35 anos, morto a facadas enquanto voltava de uma festa de carnaval na Quarta-feira de Cinzas.

 
Um bebê de apenas nove meses que foi morto a tiros por um grupo armado em Itamaracá e uma outra criança de 10 anos baleada após ter a casa invadida por criminosos do mesmo município também são retratos da violência no estado.

O ano de 2023 encerrou com uma média de dez assassinatos por dia, totalizando 3.632 Mortes Violentas Intencionais (MVI) em 365 dias. Segundo os dados da SDS, somente em dezembro de 2023, 343 pessoas foram assassinadas no Estado. Se comparada ao mesmo período do ano anterior, o aumento foi de 12,4%, quando foram contabilizados 305 casos.

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL