Diario de Pernambuco
Busca

Criminalidade

Dois homens são presos suspeitos de furtar materiais da Compesa

A dupla furtava os materiais e revendia. A operação da Polícia Civil ainda identificou outros envolvidos no esquema

Publicado em: 22/02/2024 19:30

A operação da polícia revelou que os envolvidos no crime tentavam vender os materiais (Foto: Divulgação/Compesa)
A operação da polícia revelou que os envolvidos no crime tentavam vender os materiais (Foto: Divulgação/Compesa)

A Polícia Civil de Pernambuco (PCPE) prendeu dois suspeitos de furtar materiais do Centro de Distribuição da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) no bairro da Macaxeira, Zona Norte do Recife.

A dupla foi presa em flagrante tentando furtar itens como canos e outros materiais de reposição que seriam utilizados pela empresa em serviços de manutenção na Região Metropolitana. A autuação foi realizada por policiais civis da Delegacia da 18ª Circunscrição - Macaxeira, com apoio operacional das delegacias do Vasco da Gama, Alto do Pascoal e Casa Amarela.

A operação da polícia revelou que os envolvidos no crime tentavam vender os materiais. Um levantamento feito pelos agentes identificou a atuação de funcionários de empresas terceirizadas que contribuíam para a prática dos furtos e transportes dos objetos para revendas e receptações. Um relatório inicial da Compesa aponta que o prejuízo das transações pode somar mais de R$ 500 mil.

A investigação da Polícia Civil segue por meio de portaria para apurar a prática do crime de associação criminosa e responsabilizar os demais integrantes do grupo, além da investigação em desfavor da empresa compradora dos produtos, por receptação qualificada.

Furtos em unidades da Compesa

A Compesa e a Polícia Civil estão implantando  uma operação permanente para combater os furtos e roubos de equipamentos e componentes elétricos em unidades operacionais da Companhia e em todo o estado. 

Os furtos de fios de energia, canos e outras ferramentas têm sido constantes em diversas unidades da companhia, o que prejudica o abastecimento de água nos municípios.

Em outubro de 2023, cerca de 150 mil pessoas tiveram abastecimento de água prejudicado em três cidades do Agreste do estado por causa de furtos de equipamentos e fiações elétricas. Os crimes aconteceram na unidade de Sairé. 
 
Segundo a empresa, homens invadiram as Estações Elevatórias de Araçá e Brejão (sistemas de bombeamento), na zona rural da cidade. Com isso, deixaram as unidades sem condições de funcionamento.
Tags: polícia | compesa | furto |

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL