Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Últimas

ECONOMIA

Biden anuncia plano contra a escassez de moradias nos EUA

Por: AFP

Publicado em: 16/05/2022 22:00

 (Foto: Stefani Reynolds / AFP
)
Foto: Stefani Reynolds / AFP
Diante da escassez habitacional que fez dispararem os preços de compra e aluguel, o presidente americano, Joe Biden, revelou nesta segunda-feira (16) seu plano para melhorar o acesso a uma oferta maior de moradias e a preços mais acessíveis.

Com os preços ao consumidor aumentando a um ritmo mais rápido desde o início dos anos 1980, em que cerca de um terço se deve aos custos da moradia, Biden tem dito que atacar a inflação do país é uma de suas prioridades.

O novo plano busca prover acesso ao crédito para as construtoras e para os compradores, em especial a famílias de baixa renda, assim como ajuda aos inquilinos, enquando cedem as dificuldades com o fornecimento de materiais de construção e mão de obra.

Este plano também busca desestimar a tendência recente dos investidores que fazem disparar os preços das moradias disponíveis, ao mesmo tempo em que se motiva as autoridades locais e estaduais a retirarem as restrições para permitir uma maior densidade habitacional, particularmente em edifícios de moradia multifamiliar.

"Este é o mais inclusivo de todos os esforços do governo para acabar com o déficit de habitação da história", disse a Casa Branca em um comunicado, destacando que foram construídas menos casas novas desde a recessão de 2008 do que em qualquer década desde os anos 1960.

O problema aumentou desde o início da pandemia de covid-19, em um momento em que as taxas de juros hipotecário baixas e os estímulos maciços criaram uma onda de compra de moradia, enquanto o abastecimento de madeira e outros materiais foi interrompido pela pandemia.

O índice de preços habitacional Case-Schiller aumentou cerca de 20% nos últimos 12 meses até fevereiro. E a rápida recuperação criou uma escassez de mão de obra em todos os níveis.

"Os custos elevados da habitação têm afetado famílias de todas as faixas de renda, com impacto parciular nas de renda baixa ou moderada, assim como nas pessoas e comunidades de cor", informou a Casa Branca.

O plano de Biden busca "ajudar a fechar a brecha no acesso à habitação em cinco anos".

O anúncio recebeu elogios do setor privado.

"Estamos de acordo com a Casa Branca em que a chave para resolver o desafio da acessibilidade de habitação é o de construir mais casas", afirmou Jerry Konter, presidente da Associação Nacional de Construtores de Habitação (NAHB, em inglês).

Konter parabenizou os esforços do governo contra "os ventos contrários, como os gargalos nas redes de abastecimento e os problemas crônicos de déficit de trabalhadores da construção". 
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Desemprego cai a 9,8% entre março e maio no Brasil
Manhã na Clube: entrevistas com o deputado federal Daniel Coelho e com a Dra. Magda Maruza
Registro de armas dispara no Brasil durante governo Bolsonaro
Manhã na Clube: Diogo Moraes (PSB) e Alexandre Henrique (PSOL), pré-candidato a dep. estadual
Grupo Diario de Pernambuco