Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Últimas

EVENTO

CCXP Worlds 2021: cartunista Laerte é a grande homenageada do evento

Publicado em: 04/12/2021 17:55

Com esta homenagem, a cartunista se junta a um grupo seleto de grandes nomes da cultura pop que também receberam as mesmas láureas (Foto: Lança Filmes/Divulgação)
Com esta homenagem, a cartunista se junta a um grupo seleto de grandes nomes da cultura pop que também receberam as mesmas láureas (Foto: Lança Filmes/Divulgação)
Uma das principais cartunistas e chargistas do país, Laerte foi a homenageada da CCXP Worlds 2021. A artista ganhou um painel próprio no evento regido por Ivan Costa, cofundador da CCXP, e Andreza Delgado, cofundadora da Perifacon, na tarde deste sábado (4).

“Fico muito emocionada com essa homenagem, ainda mais considerando os homenageados e homenageadas prévios”, afirmou Laerte. Ela fez uma volta pela própria carreira, mostrou tirinhas ainda não publicadas e se abriu sobre o que acredita, almeja e busca para si mesma.

Logo no início da entrevista, Laerte contou que ser cartunista e chargista não era um sonho, mas que sempre dentro de si teve a arte. “Eu gostava de desenhar, mas eu nunca imaginei que poderia ser a minha profissão”, lembra, pontuando que pensou ser atriz e musicista antes de cair na área dos quadrinhos. “Eu demorei a entender o desenhar e contar histórias poderia ser meu meio de vida”, complementa.

Outro tópico que a artista tocou foi no atual governo. “A eleição de uma pessoa como o Jair Bolsonaro e o que ele está propondo como projeto político, ele que não tem um projeto político, é um horror”, analisou.

A chargista é uma crítica ferrenha da ditadura militar, a qual viveu já trabalhando, afinal desenha há 50 anos para jornais revistas e de forma independente. Ela acha que o atual comando do país dialoga de forma perigosa com movimentos anti-democráticos. “Me pego pensando como é frágil isso, a gente está falando do Brasil, da história do país. Você falar de democracia e se deparar com Bolsonaro, Sergio Moro, toda essa p***. Me deixa impressionada”, comentou.

Laerte é conhecida por charges e tirinhas politicamente engajada, também é figura que se manifesta recorrentemente sobre os movimentos LGBTQIA+, tendo gênero e sexualidade como principais temas, já que é uma mulher trans. Quando perguntada sobre o que falaria para a Laerte do passado, respondeu: “Falaria que tudo bem curtir homens”. As crenças da artista conflitam com atual governo, que tem na figura de Bolsonaro falas que atacam diretamente os movimentos que Laerte acredita.

Outro motivo pelo qual Laerte se tornou forte opositora do presidente foi a pandemia, Ela passou um início de 2021 difícil tendo sido internada com a Covid-19, em janeiro, e passado dez dias na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI).

Apesar das críticas, toda a homenagem teve caráter festivo, e a quadrinista, que atendeu ao evento via videochamada, afirmou que pretende estar presencialmente na CCXP22. “Gostaria de estar ao vivo, mas acho que tempos melhores virão”, crê a desenhista.

Com esta homenagem, a cartunista se junta a um grupo seleto de grandes nomes da cultura pop que também receberam as mesmas láureas. Renato Aragão, Fernanda Montenegro, Ziraldo e Cao Hamburger, Neil Gaiman, Maurício de Sousa e Chris Columbus são os principais receptores da mesma honraria.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Morre Olavo de Carvalho, considerado guru do bolsonarismo
Manhã na Clube: entrevistas com André de Paula (PSD), Eduardo Cavalcanti e Epitacio Rolim
OMS: é possível encerrar fase aguda da pandemia este ano
Manhã na Clube: entrevistas com Carlos Veras (PT), Frederico Menezes e Marlon Malassa
Grupo Diario de Pernambuco