Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Últimas

Flexibilização

Pernambuco entra na fase considerada o novo normal na próxima semana

Publicado em: 29/10/2020 19:18 | Atualizado em: 29/10/2020 19:28

Segundo Bruno Schwambach, atividades serão analisadas para uma possível ampliação da capacidade.  (Foto: Ashlley Melo/SEI/Divulgação)
Segundo Bruno Schwambach, atividades serão analisadas para uma possível ampliação da capacidade. (Foto: Ashlley Melo/SEI/Divulgação)
Pernambuco entra, a partir da próxima terça-feira (dia 3), na fase considerada como o "novo normal" pelo governo do estado dentro do plano de flexibilização das atividades econômicas. Todos os municípios se encontravam na etapa 10 e avançam para a 11 logo depois do feriado de Finados, na segunda-feira. Todas as atividades econômicas estarão liberadas, porém respeitando os protocolos gerais e específicos de cada setor para manter a segurança em relação à disseminação do coronavírus.
 
À princípio, não haverá nenhuma mudança prática em relação às atividades econômicas em Pernambuco. Porém, a entrada na nova fase do plano de flexibilização permite uma avaliação mais detalhada para que haja ampliação da capacidade de cada uma delas. “No novo normal, vamos continuar dialogando com os setores e ajustando as calibragens de carga, podendo ampliar, diminuir ou paralisar. Vamos sempre observar os impactos nos números da pandemia”, explicou Bruno Schwambach, secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco.
 
Segundo o secretário, o plano de convivência elaborado pelo governo do estado tem surtido efeitos na economia pernambucana. "Tivemos um saldo positivo na geração de empregos, com 21.801 vagas em setembro, segundo o Caged divulgado hoje (quinta-feira). Isso mostra a assertividade do nosso plano", disse. O plano de flexibilização das atividades econômicas teve início no dia 1º de junho e previa acontecer em 11 etapas, chegando na próxima semana na última fase prevista. 

Além disso, o governo do estado segue recebendo as propostas para a realização de eventos com capacidade até 1.500 pessoas. Atualmente, são permitidos eventos com capacidade de até 300 pessoas. "Estamos dialogando na construção de protocolos de funcionamento. Esses grandes eventos têm uma complexidade maior e temos que ter maiores cuidados para evitar que haja um evento que traga muitos casos de contaminação", afirmou Schwambach. A propostas de eventos de grande porte serão analisadas individualmente, podendo ser autorizadas ou não, a depender do cumprimento dos protocolos de segurança sanitária. 

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Rhaldney Santos entrevista Dr Dimas Antunes
Argentina chora perda de Maradona
Jogadores se despedem de Maradona
Rhaldney Santos entrevista Dra Amanda López, neurocirurgiã pediátrica
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco