Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Últimas

Covid-19

Mercado pet se adapta a uma nova realidade no estado

Publicado em: 30/03/2020 15:26

Pet Dream instalou um centro de triagem na área externa.  (Foto: Andrey Arruda/Divulgação)
Pet Dream instalou um centro de triagem na área externa. (Foto: Andrey Arruda/Divulgação)

O governo do estado decretou, na última semana, a suspensão do funcionamento do comércio de Pernambuco, com exceção do que é considerado essencial, como supermercados e farmárcias. Na lista das lojas que continuam funcionando estão ainda as que vendem ração animal. Porém, em tempos de isolamento social, como vem solicitando o Ministério da Saúde para conter a disseminação do coronavírus, o mercado pet está se adptando à esta nova realidade, principalmente nos cuidados em relação à higienização e proteção de funcionários e clientes. Porém, embora o fluxo de clientes tenha caído naturalmente nas unidades físicas, outros serviços passaram a ser oferecidos, como o delivery. O que é unânime é o objetivo de continuar cuidando dos pets e dos negócios, mas sem colocar em risco a saúde da população.

Apesar de as lojas pet não precisarem fechar as portas, Anna Santa Cruz não pode seguir essa lógica. Ela tem uma loja dentro do Mercado de Boa Viagem, chamada A&B Pet Express. Porém, com a determinação do fechamento do mercado, ela tem feito o atendimento apenas através do delivery. E não deixou o negócio se abalar. "A gente já tinha esse serviço e, por incrível que pareça, estamos vendendo mais agora no delivery do que na loja. A gente oferece o benefício de não cobrar taxa de entrega para a Zona Sul do Recife e entregamos não só ração, como medicação, produtos higiênicos, como tapetes e areia, roupinhas e acessórios. Também estamos vendendo muito sabonete com clorexidina porque as pessoas passeiam com os cachorros e lavam as patinhas depois", explicou. 

As grandes lojas da Região Metropolitana do Recife que seguem abertas também sentem os impactos. Segundo Marcelo Cantarelli, sócio da Petland, na semana passada, as lojas físicas ainda estavam com movimento grande, porém o fluxo caiu nesta semana. "Os clientes acabaram levando uma quantidade maior dos produtos para estocar, como ração e artigos de limpeza, para não ter a necessidade de ir depois. De sábado para cá, por exemplo, sentimos uma queda de 70% na procura por banho e tosa. Isso vai prejudicar nas vendas porque a gente oferece uma experiência, de o tutor vir com seu animal, passear, comprar produtos como brinquedos e serviços, que é o que tem maiores margens. Ração, limpeza e remédio é comoditie e a margem é apertada por conta da concorrência. Mas a gente pede, mesmo agora, que o cliente que precise ir, vá sozinho, não leve a família. É uma consciência geral. Tem que pensar no problema do coronavírus antes do negócio porque se não não vai melhorar", garante. A Petland diminuiu o horário de funcionamento da loja para os funcionários não pegarem o transporte público em horário de pico e antecipou férias, diminuindo o fluxo nas lojas. Os funcionários usam equipamentos EPIs e as lojas também adotaram o sistema de delivery.  

As unidades da Pet Dream também estão passando por adaptações por conta do coronavírus. Uma delas é que em Boa Viagem e Piedade foram montados consultórios externos para que o animal tenha atendimento ao ar livre. "As consultas agora são por hora marcada e só entra um tutor por paciente. O internamento tem horário de visitas separado e os tutores que não puderem sair de casa podem fazer videconferência. Os tutores idosos terão atendimento prioritário. Além disso, fizemos uma escala e reduzimos em 20% o número de funcionários e montamos um rodízio para eles não saírem em horário de pico. Todos usam os EPIs e contratamos dois enfermeiros que estão monitorando toda a nossa equipe e relação aos sintomas. Nossa preocupação é com as pessoas", afirmou o sócio Bruce Lins. Apesar dos hospitais continuarem funcionando normalmente, a unidade de hotelzinho e day care de Setúbal vai centralizar o atendimento de banho e tosa, lá ainda tem farmácia. A Pet Dream também aderiu ao sistema de delivery e até o final do mês vai começar a vender através do site no e-commerce. 

A Cobasi, que funciona dentro do Shopping Recife, também teve o horário reduzido e está funcionando das 12h às 20h. Além disso, está atendendo as demandas via e-commerce. "Como as pessoas compraram com intenção de estocar alimentos, acreditamos que agora exista uma queda nas vendas, principalmente nas lojas físicas que estão funcionando em horários reduzidos ou fechadas por decretos municipais. Para este período, reduzimos o horário de funcionamento das lojas físicas pensando no bem-estar dos funcionários", informou através de nota.

Serviço:

Cobasi
http://www.cobasi.com.br

Mundo Pet
2011-1888 (Boa Viagem)
(81) 99383-1480 (Casa Forte)

P&B Pet Express
98924-3086 
98924-3134
98622-4100

Pet Dream
98231-6021
 
Petland
98213-9018 (Boa Viagem)
98766-7773 (Casa Forte)

Petz
www.petz.com.br
(11) 3003-7389 (pedir entrega através da loja do Recife)

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
A pandemia em Pernambuco - notícias de 28/05
Ciência e quarentena: você pode ajudar a mapear anfíbios urbanos
Movimentação no Terminal Integrado da Macaxeira
A pandemia em Pernambuco - resumo de 27/05
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco