Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Viver

MÚSICA

Cantora Maysa, que morreu aos 40, faria 85 anos neste domingo

Publicado em: 06/06/2021 12:10 | Atualizado em: 08/06/2021 14:29

 A estrela, ainda em seu auge, com apenas 40 anos de idade, morreu em um acidente na Ponte Rio-Niterói (Foto: Jorge Butsem/Divulgação)
A estrela, ainda em seu auge, com apenas 40 anos de idade, morreu em um acidente na Ponte Rio-Niterói (Foto: Jorge Butsem/Divulgação)


Quando tinha apenas 25 anos de idade, a cantora Maysa passaria a ser conhecida como uma das vozes mais expressivas da bossa nova com o LP Barquinho (1961). Mas, de sua interpretação marcante, passou a ser reconhecida pelas canções também que falavam de amor, na célebre interpretação de Eu Sei que Vou Te Amar (de Vinícius de Moraes) ou na dor, em Meu Mundo Caiu. A estrela, ainda em seu auge, com apenas 40 anos de idade, morreu em um acidente na Ponte Rio-Niterói. A morte precoce chocou o país. Se estivesse viva, faria, neste domingo (6), 85 anos de idade. 

Maysa em 1956 (Foto: Arquivo Nacional/ Fundo Correio da Manhã)
Maysa em 1956 (Foto: Arquivo Nacional/ Fundo Correio da Manhã)


O acervo da Empresa Brasil de Comunicação guarda verdadeiras relíquias com entrevistas e interpretações da cantora, que entraria para a história da música brasileira. No programa especial Recordar é TV, da TV Brasil, (confira também no EBC Play), conheça a trajetória dela a partir de depoimentos da própria artista, com imagens de 1974. Ela, então, recorda disco e programa de 1956 e explica a parceria e a aproximação com Tom Jobim e Vinícius de Moraes, como em Se Todos Fossem Iguais a Você. "Foi um dos meus carros-chefe", disse. Mas o próprio Tom Jobim reconheceu que Maysa não era apenas uma voz privilegiada. "Ela é uma grande compositora", disse o maestro.

A trajetória da artista, que foi considerada à frente do seu tempo, foi de empoderamento e também de depressão. Histórias da cantora são trazidas na obra biográfica Maysa: Só numa Multidão de Amores, do escritor cearense Lira Neto. Ele concedeu entrevista ao programa Espaço Público, em 2014.  No programa Momento Três, das Rádios EBC, ouça histórias e as músicas de Maysa, que estão disponíveis no Histórias do Frazão.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Protesto em Brasília acaba com conflito entre indígenas e policiais
Manhã na Clube: entrevistas com Carlos Veras, Sérvio Fidney e Marcel Costi
Vacina contra a Covid-19 criada em Cuba tem eficácia de 92%
Pontos fundamentais para fazer uma transição de carreira
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco