Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Viver

LUTO

Paulo Gustavo morre aos 42 anos, vítima da Covid-19

Publicado em: 04/05/2021 22:08 | Atualizado em: 04/05/2021 22:39

 (Foto: Divulgação/TV Globo)
Foto: Divulgação/TV Globo

Após 51 dias internado, o humorista Paulo Gustavo morreu nesta terça-feira (4), no Rio de Janeiro, vítima da Covid-19  O ator, que ficou nacionalmente conhecido pelo filme Minha Mãe É Uma Peça, tinha 42 anos e deixa marido e dois filhos de um ano e meio. Na noite desta terça, o último boletim divulgado pelos médicos responsáveis pelo tratamento de Paulo trouxe que o quadro do ator era considerado irreversível.

A nota informou que "após a constatação da embolia gasosa disseminada ocorrida no último domingo, em decorrência de fístula brônquio-venosa, o estado de saúde do paciente vem deteriorando de forma importante. Apesar da irreversibilidade do quadro, o paciente ainda se encontra com sinais vitais presentes." Na última segunda-feira (3), ele sofreu uma embolia e seu estado de saúde era de 'extrema gravidade'. Nas redes sociais, amigos de Paulo Gustavo pediam orações para o artista que não resistiu.

51 dias internado
Paulo Gustavo estava internado desde o dia 13 de março devido às complicações provocadas pela Covid-19. Após seis dias, ele apresentou melhora no quadro, mas no dia 22 de março a situação regrediu e o humorista precisou ser intubado "para ser tratado de forma mais segura".

No dia 2 de abril, o quadro de Paulo Gustavo piorou e ele passou a utilizar um pulmão artificial. Em nota, a assessoria divulgou que ele apresentava sinais de melhora, 'mas devido ao agravamento do quadro, teve que evoluir à terapia por ECMO - Oxigenação por Membrana Extracorpórea". Já no dia 8 de abril, foi identificada uma fístula bronco-pleural no comediante, com isso, ele passou por uma microcirurgia por via endoscópica.

Biografia
Nascido e criado em uma família de classe média da cidade de Niterói, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, Paulo Gustavo começou a ganhar notoriedade no mundo do entrenimento com o espetáculo Minha Mãe É Uma Peça, um monólogo, com texto de sua autoria, em que ele interpretava Dona Hermínia, personagem inspirada na sua própria mãe. A peça ganhou uma adaptação para o cinema em 2013, com sequências em 2016 e 2019.

Em junho de 2013, estreou na produção para TV o sitcom Vai que Cola, no Multishow, que ganhou uma adaptação para o cinema em 2015. Em 2014 o ator esteve em um novo programa, o reality Paulo Gustavo na Estrada, do Multishow. Em 2015, casou-se com o dermatologista Thales Bretas, com quem teve dois filhos, Romeu e Gael, através do método da barriga de aluguel. 

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
De 1 a 5: dicas para destravar sua criatividade e ampliar a percepção
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 10/05
Gil do Vigor é recebido com festa da população e honraria em Paulista
Imunização para gestantes começa a ser liberada, mas ainda gera dúvidas
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco