Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Viver

LUTO

Paulo Gustavo deve ser velado no Teatro Municipal do Rio de Janeiro

Publicado em: 04/05/2021 23:34

 (Foto: João Miguel Júnior/Divulgação)
Foto: João Miguel Júnior/Divulgação
O velório do ator e humorista Paulo Gustavo, morto nesta terça-feira (4) em decorrência de complicações da Covid-19, deve ocorrer no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. A informação foi publicada pelo colunista Ancelmo Gois, de O Globo.

A assessoria do artista divulgou a informação sobre a morte nesta noite, mas ainda não deu detalhes sobre enterro e velório. De acordo com o boletim médico, Paulo Gustavo faleceu às 21h12. A equipe do Copa Star, em Copabana, onde o ator foi internado em 13 de março, lamentou a perda. "A equipe profissional que participou de seu tratamento está profundamente consternada e solidária ao sofrimento de todos", diz a nota.

O quadro do humorista, conhecido pelo papel de Dona Hermínia, na franquia Minha mãe é uma peça, se agravou, e ele chegou a fazer um tratamento alternativo de oxigenação por membrana extracorpórea (Ecmo), uma espécie de "pulmão artificial", usado em casos de pneumonia grave.

Durante o período de internação, ele chegou a apresentar melhora. Na tarde do último domingo (2), a equipe que acompanha Paulo Gustavo diminuiu o nível de sedação do ator, o que permitiu que Paulo acordasse e interagisse com o marido dele, o dermatologista Thales Bretas, e com médicos. No entanto, o caso do ator regrediu na noite do mesmo dia.

Homenagens
Pelas redes sociais, artistas e fãs lamentaram a perda. Mais cedo, alguns haviam se reunido na porta do hospital para fazer uma vigília. O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, prestou solidariedade a amigos e família em nome de todos os deputados.

Formado em 2005 na Casa das Artes de Laranjeiras, o ator começou a carreira antes mesmo de se formar em 2004 no teatro, com o elenco da peça Surto. Ele seguiu carreira de sucesso em peças no Rio de Janeiro. Foi no teatro que começou a atuar como o personagem que mudou a própria carreira, a Dona Hermínia, criada por ele em 2004 e que se tornou a principal personagem de Paulo Gustavo. Ele escreveu um monólogo desta personagem baseada na própria mãe, Déa Lúcia Vieira Amaral.

Em 2013, Minha mãe é uma peça, foi para as telas de cinema, tornando-se um sucesso. O longa teve sequência em 2016, com Minha mãe é uma peça 2, e em 2019, com Minha mãe é uma peça 3.

O ator se casou em 2015 com o dermatologista Thales Bretas. Em 2019, o casal anunciou que tinha tido filhos gêmeos, Gael e Flora, fruto de um processo de barriga de aluguel feito nos Estados Unidos.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
De 1 a 5: dicas para destravar sua criatividade e ampliar a percepção
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 10/05
Gil do Vigor é recebido com festa da população e honraria em Paulista
Imunização para gestantes começa a ser liberada, mas ainda gera dúvidas
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco