Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Viver

FORMAÇÃO

Fundaj realiza curso sobre turismo religiosos no Nordeste

Publicado em: 31/03/2021 15:50

Andréa Berenguer (coordenadora), Ciema Mello (antropóloga) e  Múcio Aguiar (presidente da AIP) (Foto: Fundaj/Divulgação)
Andréa Berenguer (coordenadora), Ciema Mello (antropóloga) e Múcio Aguiar (presidente da AIP) (Foto: Fundaj/Divulgação)

A Fundação Joaquim Nabuco, por meio da sua Diretoria de Memória, Educação, Cultura e Arte (Dimeca), promove o curso Roteiros para o Turismo Religioso no Nordeste do Brasil. A capacitação de 10 horas será voltada para gestores e estudantes de turismo dos municípios do Nordeste, entre os dias 26 e 30 de abril. As inscrições estão abertas até 23 de abril. As aulas serão online por meio da plataforma Google Meet. A Fundaj é uma instituição pública vinculada ao Ministério da Educação (MEC). A inscrição pode ser feita clicando aqui.

"Vamos compartilhar informações sobre esse rico patrimônio que temos no Nordeste do Brasil que é a questão da religiosidade inerente do povo. Nosso objetivo também é falar sobre destinos novos e atrativos que podem ser trabalhados com inovação de roteiros turísticos para propiciar trabalho, emprego e renda", adianta Andréa Berenguer, coordenadora e professora do curso.

Segundo o doutorando em Arqueologia, pela Universidade de Coimbra, Mestre em Ciências da Religião, teólogo, jornalista e presidente da Associação da Imprensa de Pernambuco, Múcio Aguiar, também professor do curso, ao realizar essa capacitação, a Fundação Joaquim Nabuco oferece ao publico não só conhecer o mercado de possibilidades, mas também fazer com que o público caminhe pelo universo mágico que é a fé popular.

"Vamos apresentar ao público o mercado de possibilidades tanto para o gestor de turismo e também para os interessados em ingressar no mercado de trabalho. Paralelamente o curso oferece um passeio pelas diversidades da fé e os aspectos culturais e pelo cotidiano cultural, imaterial e antropológico das cidades onde os maiores festejos religiosos acontecem", comenta.  

A antropóloga do Museu do Homem do Nordeste da Fundaj, Ciema Mello, comemora a iniciativa da Instituição Federal. "Estou muito animada com o curso. Falarei sobre Deus e a fé, temas que raramente são tratados. Por meio da fé, o turismo religioso desloca milhões de pessoas todos os anos. A fé é universal e a ideia de Deus é planetária. Parece que os homens não conseguem viver sem uma divindade superior. É muito difícil definir a fé, mas ela é a abstinência da dúvida, quando não há dúvida sobre a existência de um Deus. É algo inexplicável, só podemos sentir", ressalta.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
A Justiça está realmente cuidando das crianças no centro de disputas familiares?
Cacique Raoni pede ao presidente dos EUA que ignore Jair Bolsonaro
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 16/04
Carta aberta pede quebra de patentes de vacinas de Covid-19
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco