Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Viver

PODCAST

Jornalistas lançam podcast sobre as linguagens artísticas de Pernambuco

Publicado em: 09/01/2021 11:32

O projeto, aprovado em edital da Lei Aldir Blanc, é realizado pelos jornalistas Josinalda Marinho e Salatiel Silva (Foto: Divulgação)
O projeto, aprovado em edital da Lei Aldir Blanc, é realizado pelos jornalistas Josinalda Marinho e Salatiel Silva (Foto: Divulgação)

Para revelar o celeiro de arte que emerge de Pernambuco, a dupla de jornalistas da Mata Norte do estado Josinalda Marinho e Salatiel Silva lança hoje o podcast Nossa história, nossa memória, aprovado em edital da Lei Aldir Blanc. O projeto vai ao ar sempre aos sábados e às quartas-feiras, no Spotify, e apresenta histórias, músicas e curiosidades sobre diversas linguagens artísticas através de registros de entrevistas e outros elementos sonoros. Para garantir que pessoas com deficiência tenham acesso ao material, a produção também vai disponibilizar no blog o script de cada programa.

Com 24 episódios, a série será veiculada até o fim de março e, a cada edição, os comunicadores farão uma viagem no tempo para contar a história de importantes personagens ligados ao fazer cultural pernambucano, como brincantes, escritores, cordelistas, poetas, músicos, repentistas, contadores de história, produtores e artesãos. “Essa é uma oportunidade de valorizar a cultura de nosso estado e destacar o trabalhos daqueles que têm se esforçado ao longo dos anos para manter viva a nossa história. Queremos contribuir para o registro cultural de nosso país, além de poder revelar novos talentos e expressões culturais” conta Josinalda, coordenadora e produtora do projeto.

“O podcast foi criado para atuar na memória e no fazer cultural. Temos muitas pessoas e instituições com trabalhos incríveis, mas que muitas vezes não têm espaço. Precisamos criar esse canal de difusão de conteúdo para o mundo, é uma oportunidade para aprender, emocionar-se e, sobretudo, reconhecer a importância que a cultura do estado tem para cada um que vive aqui. Pernambuco é muito mais que o carnaval”, explica Salatiel, apresentador e editor de áudio.

A dupla divide o histórico de desafios enfrentados em suas respectivas cidades natais, Nazaré da Mata e Carpina, na Mata Norte, região que cresceram e moram. E, sobretudo, o apreço pela cultura local. A curiosidade pelas histórias de vida dos artistas da região fez florescer o fascínio pelas manifestações culturais pernambucanas. “Como jovem, negro, morador da periferia da cidade de Nazaré da Mata, sempre me vi preocupado em contribuir com minha comunidade, por meio da minha formação em jornalismo”, explica Salatiel.

A efervescência cultural da terra dos maracatus foi o combustível para ele se aproximar das expressões artísticas. “Uma das principais preocupações que carrego comigo é criar espaço de fala e representatividade cultural para nossos artistas. Alguns com dificuldades, outros que estão caindo no esquecimento, lamentavelmente. Percebendo isso, compreendi a grande oportunidade de me inserir neste contexto e fortalecer o movimento”, defende o jornalista.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
De 1 a 5: como as mudanças no WhatsApp afetam sua privacidade
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 25/01
Enem 2020: professores do Colégio Núcleo comentam ao vivo as provas deste domingo
Verão inspira cuidados com a saúde e alimentação
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco