Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Viver

FIM DE ANO

Ipojuca terá restrições no réveillon

Publicado em: 30/12/2020 23:30

 (Foto: Divulgação/ Prefeitura de Ipojuca)
Foto: Divulgação/ Prefeitura de Ipojuca
A Prefeitura do Ipojuca definiu na última terça-feira (29) as restrições para o réveillon 2020. Sendo as festividades um pretexto para aglomerações, a prefeitura optou por cancelar a realização de festas na orla de Porto de Galinhas, referência para visitantes e moradores do município. Além do cancelamento da tradicional queima de fogos, já divulgado no último dia 10, a prefeitura decidiu que ficam proibidos em todo o litoral ipojucano o uso de cadeiras, bancos, mesas, toldos, tendas, guarda-sóis, coolers, isopor e similares e som durante o réveillon. Apesar das restrições, a determinação não impede que as pessoas acessem a orla. A Prefeitura de Ipojuca, em suas suas recomendações, está alinhada ao formato que será adotado nas praias do Recife, Olinda e Jaboatão. No Recife, as atividades comerciais da orla serão liberadas até às 17h do dia 31, sendo retomadas às 6h do dia 1º de janeiro. 

No decreto da prefeita Célia Sales também consta a probição do comércio de bebidas das 18h, do dia 31 de dezembro, às 6h do 1º de janeiro. A proibição abrange toda a área próxima à faixa de areia da praia. Em relação ao comércio ambulante, já existe a Lei Municipal nº 485/2018 que regulamenta o comércio na orla de Ipojuca, permitindo o funcionamento das 6h às 18h. 

A fiscalização relativa às restrições serão feitas pela Secretaria de Defesa Social (SDS) e pela Secretaria de Meio Ambiente e Controle Urbano. A conscientização da obrigatoriedade do uso de máscaras e dos perigos quanto a aglomeração estão sendo feitas em duas frentes: a Secretaria de Turismo distribuindo máscaras diariamente no balneário de Porto de Galinhas e a Autarquia Municipal de Trânsito e Transporte do Ipojuca (AMTTRANS) junto com a Secretaria de Saúde e Vigilância Sanitária municipal realizando diariamente barreiras sanitárias.

De acordo com o secretário de Segurança Pública de Ipojuca, Osvaldo Moraes, para hotéis e condomínios, as recomendações devem seguir o decreto do Governo do Estado, que estabelece que não serão permitidas aglomerações que ultrapassem 300 pessoas no mesmo local e todas precisam seguir as recomendações sanitárias de distanciamento entre mesas e uso de máscara ao movimentar-se no local. É permitido música ao vivo, mas as pessoas devem ouvir sentadas. Além disso, bares e restaurantes terão que fechar às 20h, seguindo o que diz o mesmo documento.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 25/01
Enem 2020: professores do Colégio Núcleo comentam ao vivo as provas deste domingo
Verão inspira cuidados com a saúde e alimentação
Resumo da semana: enfim, a vacina, posse de Biden e cerco contra os fura-filas
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco