Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Viver

LITERATURA

Circuito Cultural de Pernambuco encerra com destaque para literatura fantástica

Publicado em: 12/11/2020 18:20

O escritor André Vianco integra o bate-papo "Fantasia e terror à brasileira", e a ilustradora Nireuda Longobardi debate sobre Xilogravura e Cordel (Fotos: Divulgação)
O escritor André Vianco integra o bate-papo "Fantasia e terror à brasileira", e a ilustradora Nireuda Longobardi debate sobre Xilogravura e Cordel (Fotos: Divulgação)

A literatura fantástica dá a tônica ao encerramento programação do Circuito Cultural Digital de Pernambuco que será realizado nesta sexta-feira (13), com o lançamento do livro Não me empurre para os perdidos (Cepe Editora), de Maurício Melo Júnior. O evento contará com bate-papo, a partir das 19h, com mediação da jornalista e crítica literária Gianni Paula de Melo. A programação do dia abrange ainda uma variedade de temas: das atividades infantis a lives sobre xilogravura e cordel. O evento é uma realização da Companhia Editora de Pernambuco (Cepe), com curadoria da Fundação Gilberto Freyre. A última edição do ano será de 8 a 11 de dezembro.

Em Não me empurre para os perdidos, Maurício Melo Júnior remonta um Pernambuco na década de 1920, apresentando lugares e fatos icônicos do período, enriquecido por diálogos do protagonista da trama, o escritor F., com intelectuais da época. Provavelmente a misteriosa identidade de F. é uma referência ao escritor tcheco Franz Kafka. A literatura fantástica também será lembrada na live Fantasia e terror à brasileira, com André Vianco, autor do best-seller Os sete, às 17h, com mediação do jornalista Renato Mota.

Outros destaques da agenda serão realizados logo pela manhã, às 11h, como o bate-papo sobre Xilogravura e cordel, um encontro da rima com o entalhe. Desta discussão participarão a poeta e ilustradora de livros infantis e juvenis Nireuda Longobardi, e o poeta e cordelista Marcelo Soares. De acordo com a mediadora, Érica Montenegro, poeta e mestra em ciências da linguagem, a conversa terá como eixo a relação do poema com a xilogravura e os espaços em que a xilogravura se coloca hoje, além do cordel.

Também estará na pauta do encontro a substituição de alguns tipos de xilogravuras pelas formas digitais, assim como a saída dos artistas do Nordeste para outros Estados. Às 15h, a gestora do Espaço Pasárgada, Marília Mendes, conversará com a escritora e militante feminista Mariana Félix e Akapoeta, que publica seus versos no instagram e tem mais de 1 milhão de seguidores. Na live A poesia das coisas, a mediadora fará associações com poetas que têm o poder de extrair poesia das coisas, sobretudo as mais simples, como João Cabral de Melo Neto, Manuel Bandeira e Manoel de Barros.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
De 1 a 5: Novembro Azul chega ao fim, mas prevenção do câncer de próstata precisa ser permanente
Enem para todos com o professor Fernandinho Beltrão #276 Propagação vegetativa em plantas
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 30/11
Segundo turno em PE: João Campos é eleito prefeito do Recife
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco