Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Viver

REPERCUSSÃO

Após ser 'cancelada' e perder patrocinadores, Pugliesi apaga perfil no Instagram

Publicado em: 27/04/2020 18:54 | Atualizado em: 27/04/2020 19:06

 (Foto: Reprodução/Instagram )
Foto: Reprodução/Instagram
Após ser "cancelada" nas redes sociais, a digital influencer Gabriela Pugliesi deletou seu perfil no Instagram. Na noite do último sábado (25), a blogueira fitness promoveu uma "festinha" na sua casa em São Paulo, em plena pandemia de coronavírus, onde é recomendado o isolamento social para a não disseminação da doença. 

Entre os convidados do evento, estavam a youtuber e beauty artist Mari Saad, a DJ e digital influencer Bárbara Brunca, além do marido de Pugliesi, o também influencer de vida fitness, Erasmo. Nas redes sociais, eles publicaram fotos e vídeos da festa, em que aparecem se abrançando e sorrindo, enquanto tomam bebidas alcóolicas e escutam música em alto volume. 

Numa das imagens, Pugliesi aparece dizendo: "Bora abalar, gente. É só o que a gente tem pra vida", após dar um gole num líquido transparente. "O que a gente tem é ficar louca mesmo", completa a blogueira, incentivando os seus então 4,55 milhões seguidores. Depois da divulgação das fotos e vídeos, ela perdeu mais de 150 mil seguidores em pouco mais de 24h. 

A influencer também perdeu alguns contratos com grandes empresas que patrocinavam seu conteúdo no Instagram. Entre elas, a marca de lingeries Hope, a Mais Pura, a Desinchá e a Livup, que vendem alimentação saudável.

Pugliesi foi uma das primeiras pessoas públicas a serem diagnosticadas com Covid-19 no Brasil. Ela testou positivo para a doença, após comparecer ao casamento da irmã, Marcella Mineli, realizado em março da Bahia. O evento foi considerado um dos focos de disseminação do coronavírus no país. Depois da influencer, outras personalidades afirmaram ter contraído a doença, como a cantora Preta Gil, a atriz Fernanda Paes Leme e a blogueira Shantal Verdelho e seu filho, Filipo, um bebê de um ano. 

No domingo, após repercussão negativa do caso, Pugliesi se prounciou e pediu desculpa aos seguidores pela atitude, que reconheceu como falta de maturidade e responsabilidade. "Estou extremamente arrependida, estou mal comigo mesma, fui irresponsável, imatura, e mais uma vez quero pedir desculpas. Errei porque não é para juntar gente em casa, porque tem gente passando dificuldade, porque é ofensivo, não ajuda ninguém nesse momento".
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Nova presidente da Caixa toma posse e anuncia primeiras medidas
Manhã na Clube: entrevista com o ex-ministro e pré-candidato ao senado, Gilson Machado
Suspeito de ataque a tiros com seis mortos é detido nos EUA
Manhã na Clube: entrevistas com o pastor Wellington Carneiro e Alexandre Castelano
Grupo Diario de Pernambuco