Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Notícia de Viver

Música

Pernambucana Bia Villa-Chan lança segundo álbum da carreira

Publicado em: 05/12/2019 10:20

 (Foto: Hans von Manteuffel/Divulgação)
Foto: Hans von Manteuffel/Divulgação
Celebrando compositores consagrados, essência carnavalesca e religiosidade, a cantora e multi-instrumentista pernambucana Bia Villa-Chan lança GiraSons, segundo álbum da carreira, nesta quinta-feira (5). O projeto reúne sete faixas de composições de nomes como Alceu Valença, Sivuca, Glorinha Gadêlha, Armandinho Macêdo e Jota Michiles, com a interpretação virtuosa da artista. Ela aportou na cena pernambucana há cerca de dois anos com a intenção de ressaltar a música tradicional nordestina, entoando seu bandolim em premiações e festivais musicais pelo estado.

O lançamento será nesta quinta, a partir das 19h, com uma sessão de autógrafos na Livraria Jaqueira do Cais da Alfândega, no Bairro do Recife. Na ocasião, a artista apresentará todas as faixas junto com Bráulio Araújo (baixo e direção musical do disco), Renato Bandeira (violão) e Augusto Silva (bateria). A entrada é gratuita, o disco será vendido por R$ 20.

“Será uma noite especial, para celebrar um trabalho para o qual contei com a generosidade de grandes artistas nordestinos para imprimir a minha musicalidade nas composições. O disco reverencia a música regional e também o amor, que é nossa grande força-motriz”, diz Bia. GiraSons é aberto com uma regravação de Pirata José, de autoria de Alceu e com clipe lançado na internet nas vésperas do carnaval de 2019.

A faceta romântica da artista, em um encontro do usual bandolim com a guitarra baiana, está em Via boa, dos baianos Armandinho Macêdo e Fausto Nilo - faixa que também já tem clipe lançado no YouTube. O disco ainda resgata a tradicional Feira de Mangaio, de Sivuca e Glorinha Gadêlha, e o instrumental Duda no frevo (de Senô). Aldeia (de Nosly Marinho e Celso Borges) tem composição com cunho afetivo-histórico pela herança portuguesa.Bia decidiu se dedicar à música em 2018, após uma carreira centrada no meio acadêmico.

“Não posso deixar meu lado artístico guardado. E acredito quejá estou colhendo alguns frutos e reconhecimentos. Venho fazendo amigos, conexões, amizades e intercâmbios artísticos”, diz. GiraSons vem como mais um episódio de um período de conquistas para Bia. Em maio, venceu o Prêmio da Música Pernambucana na categoria Melhor Cantora de MPB. Em agosto, foi agraciada com o Troféu Gonzagão, do Instituto Intercultural Brasil (Inbra), em Campina Grande-PB.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Primeira Pessoa com Adelaide Ivánova
Sobre Vidas: Mães pela Diversidade
Sem ser investigado, Gleen Greenwald é denunciado pelo MPF
Dp Auto: Equinox LT e Equinox Midnight
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco