Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Notícia de Viver

Colofão.lab

Laboratório com foco na criação artesanal de livros abre no Recife

Publicado em: 22/11/2019 12:57

A Colofão é um ateliê aberto com foco na formação de leitores e na criação artesanal. (Foto: Ricardo Fernandes/DP  )
A Colofão é um ateliê aberto com foco na formação de leitores e na criação artesanal. (Foto: Ricardo Fernandes/DP )
Colofão é uma espécie de material genético do livro: uma nota final que fornece referências sobre a obra e indicações sobre autoria, transcrição, impressão, local e data de sua produção. Com esse nome, a partir do trabalho e desejo de Fred Caju e Eduardo Salles, o espaço Colofão.lab surge no Recife com a proposta de ser um lugar de formação artesanal do livro e da leitura. A abertura do lugar conta com editoras da Mopi - Mostra de Publicações Independentes e será realizada neste domingo (24), das 14 às 21h, em Santo Amaro (Rua Tupinambás, 736). A entrada é gratuita.

O projeto é um laboratório de diálogos e experiências literárias no ateliê da editora artesanal Castanha Mecânica. Além de oficinas de produção de livros e de leitura, o ateliê aberto conta com livraria, cafeteria, espaço infantil, salão de oficinas para trabalhos analógicos e em breve contará com uma biblioteca comunitária. “Estou com a Castanha já faz uns anos. A sede era em Paulista, mas surgiu em um processo que eu não planejei. Fiz uma editora e acabou que um ateliê foi invadindo a minha casa. Ficou inviável e com problemas logísticos. A partir disso, surgiu a ideia de montar essa espécie de ateliê aberto, que é a Colofão”,  diz Fred Caju.

No dia da abertura, o espaço receberá uma feira com onze editoras independentes de destaque nos setores de distribuição e vendas de livros, como as ocupações no Festival de Inverno de Garanhuns, na Bienal Internacional do Livro e na Fenelivro. A feira conta com microfone aberto para declamações, conversas e divulgações. A alimentação, inteiramente vegana, fica a cargo de um cardápio árabe da Banana Nanica.

“A gente vai focar muito em oficinas, não só do livro, mas em trabalhos artesanais. Existem ateliês de livros no Recife, mas muito no âmbito particular. Não é novidade ter ateliê, mas é novidade ter um ateliê aberto”, explica Fred. O editor e escritor reitera que ainda está sendo estruturada uma forma de cadastro que seja pública e democrática. A feira gráfica será focada em literatura, fotografia e artes visuais e terá caráter festivo de encontro de profissionais do livro.
 
SERVIÇO
Abertura Colofão.lab
Quando: Domingo (24), das 14 às 21h.
Onde: Rua Tupinambás, 736, Santo Amaro.
Quanto: Gratuito.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Moradores cobram inauguração da Upinha Rio da Prata
A importância de um atendimento farmacêutico correto
Primeira Pessoa com Padre Reginaldo Veloso
Sobre Vidas: Casinha - Associação dos Amigos da Vila do Papelão
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco